Solidariedade da Sorte


Tendo em vista os últimos acontecimentos, bem como a divulgação de informações falsas e parciais pela Empresa TORRES EÓLICAS DO NORDESTE – TEN, O SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE JACOBINA E REGIÃO - STIM/JACOBINA, através da presente, vem restabelecer a verdade e dar uma satisfação aos trabalhadores e à sociedade Jacobinense.

O STIM/JACOBINA foi fundado em 2015, mediante a expressão livre e soberana da vontade dos trabalhadores da categoria, e desde sua fundação representa e defende os interesses dos mesmos, tendo conquistado diversos direitos e benefícios, além do respeito dos trabalhadores e da sociedade jacobinense, após anos de negociação e luta.

Importante destacar que em diversas oportunidades os trabalhadores da TEN manifestaram de forma expressa e firme sobre qual Sindicato representa verdadeiramente sua vontade, sendo este o STIM/JACOBINA..

Pois bem, diante da postura intransigente e irresponsável da Empresa TEN em negociar, no dia 10/05/2021, foi convocada uma assembleia para deliberar sobre a deflagração de greve, tendo a aprovação da grande maioria dos trabalhadores.

Acrescente-se ainda que a TEN fez de tudo para fraudar a real manifestação da vontade da maioria dos funcionários, como ordenar que os ônibus soltassem os trabalhadores apenas dentro das instalações da empresa (prática que a empresa não adota, pois sempre desembarcou os trabalhadores na porta da empresa), fez com que seus funcionários do setor administrativo ficassem na empresa até às 20hs, para que votassem contra a deflagração da greve, o que não teve êxito. Importante repetir que a grande maioria aprovou a greve, como ficou devidamente filmado.

Na manhã do dia 11/05/2021, a empresa novamente demonstrando seu desrespeito e falta de compromisso, tanto com os trabalhadores da empresa, quanto com a sociedade jacobinense, ordenou aos motoristas que parassem os ônibus na BR, em frente ao Aeroporto, visando desestabilizar o movimento grevista, o que não deu certo, mas acabou causando transtornos às pessoas que transitaram pelo local.

A empresa mente e espalha desinformação em rádios e meios de comunicação, quando a verdade foi que os dirigentes sindicais solicitaram que os ônibus parassem, os trabalhadores descessem para que uma Assembleia fosse realizada, após isso o trabalhador que ainda assim quisesse ir pra empresa, poderia ir, como ocorreu.

Mas, lamentavelmente, o que se viu foi o assédio de gerentes e supervisores que subiram nos ônibus e ameaçaram os trabalhadores que estavam sendo conduzidos, dizendo que quem descesse, seria demitido e que não era pra eles participarem da greve. Ameaçar trabalhador é ILEGAL!!

Só que mais uma vez, a quase totalidade dos que subiram foram do setor administrativo. Os trabalhadores da linha de produção estão revoltados com tamanho descaso e desrespeito.

Somente após as Polícias Militares e Rodoviária Federal irem até o local e ordenarem aos prepostos da empresa e aos motoristas que desobstruíssem a via, que ocorreu a liberação da pista, sendo possível a realização da assembleia com os trabalhadores.

Por fim, cumpre esclarecer que a Empresa TEN vem acionando a justiça do trabalho tentando frustrar o movimento grevista, questionando a legitimidade e a representatividade do STIM/JACOBINA, mas tanto no processo 0000057-23.2021.5.05.0194, que tramita em Feira de Santana, quanto no processo 0000431-69.5.05.0281, que tramita em Jacobina, seus pedidos foram indeferidos, neste último processo, inclusive, foi expressamente dito pelo Juiz que: “Indeferem-se os pleitos da Reclamada (TEN) que buscam impedir o exercício do direito de promover paralisação ou greve pelos seus empregados.”.

Desse modo, contamos com a compreensão dos trabalhadores e da sociedade jacobinense, sobretudo neste momento tão delicado, em que uma empresa não tem o mínimo de responsabilidade com os trabalhadores e sensibilidade com os cidadãos do município de Jacobina, local onde ela está instalada.

O STIM/JACOBINA continuará na luta pela defesa dos direitos e interesses dos trabalhadores da TEN e de toda cidade de Jacobina.

Jacobina, Bahia. 11 de maio de 2021.

SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE JACOBINA E REGIÃO

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO COVID

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA