Primeiro caso de Febre do Oropouche é confirmado em Jacobina


A Secretaria Municipal da Saúde, através do setor de Vigilância Epidemiológica Municipal, confirmou em maio o primeiro caso de Febre do Oropouche no município. A paciente, uma jovem de 20 anos, apresentou sintomas gripais e, felizmente, evoluiu para cura sem sequelas.

Diante desse caso, a Secretaria anunciou que passará a sistematizar periodicamente as informações dos casos suspeitos e confirmados, incluindo sintomas e quadros clínicos. Amostras de pacientes sintomáticos serão encaminhadas para testagem no LACEN Bahia, através do Laboratório Municipal. Esta medida visa fortalecer a vigilância da doença na região.

A Febre do Oropouche é transmitida principalmente por mosquitos, com o Maruim sendo o principal vetor. Após picar uma pessoa ou animal infectado, o vírus permanece no sangue do mosquito por alguns dias. Quando este mosquito pica outra pessoa saudável, o vírus pode ser transmitido.

Os sintomas da Febre do Oropouche são semelhantes aos da Dengue e da Chikungunya, incluindo febre alta (até 40 graus), dor de cabeça, dor muscular, calafrios, dor nas articulações, tonturas, náusea, vômitos, fotofobia, dor nos olhos e, raramente, erupções cutâneas (manchas avermelhadas pelo corpo) e diarreia.

A Secretaria Municipal da Saúde orienta que, ao perceber febre associada a um ou mais desses sintomas, a população deve procurar a unidade de saúde mais próxima ou o serviço da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Não existe tratamento específico para a doença; os pacientes devem permanecer em repouso, com tratamento sintomático e acompanhamento pela Rede Municipal de Saúde.

Fonte: Tribuna Regional

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA