Polícia prende general após tentativa de golpe de Estado na Bolívia


O comandante deposto do Exército boliviano, Juan José Zúñiga, foi preso na noite desta quarta-feira (26) após liderar uma tentativa de golpe de Estado contra o presidente Luis Arce.

Zúñiga foi capturado e conduzido até um veículo policial do lado de fora de um quartel militar. "Está preso, meu general!", indicou o vice-ministro de Governo (Interior), Jhonny Aguilera, segundo imagens da emissora estatal.

Na tarde desta quarta, o ex-presidente Evo Morales afirmou que "um golpe de Estado" estava sendo gestado na Bolívia, diante da mobilização anormal de tanques e tropas na frente da sede do governo.

"Gesta-se o Golpe de Estado. Neste momento, pessoal das Forças Armadas e tanques se mobilizam na Praça Murillo", disse Morales na rede social X .

"Convocamos uma Mobilização Nacional para defender a Democracia frente ao golpe de Estado que é gestado e liderado pelo general" Juan José Zuñiga, comandante do exército, declarou em outra mensagem na rede social

O que aconteceu
Tropas e tanques das Forças Armadas da Bolívia foram deslocados e invadiram a sede do governo boliviano em La Paz, na Plaza Murillo. Segundo a imprensa local, os militares entraram no prédio por alguns momentos antes de sair.

Nas redes sociais, o presidente do país, Luís Arce, escreveu: "Denunciamos mobilizações irregulares de algumas unidades do Exército. A democracia deve ser respeitada".

O ex-presidente Evo Morales, que rompeu com Arce no ano passado, também se manifestou sobre o ocorrido. "O Golpe de Estado está se formando. Neste momento estão mobilizados efetivos das Forças Armadas e tanques na Plaza Murillo."

Arce, mais tarde, mostrou-se vitorioso após a tentativa frustrada de golpe por militares que se posicionaram por várias horas com tanques em frente à sede do governo, no centro de La Paz, antes de abandonar o local.

"Ninguém pode nos tirar a democracia que conquistamos (...) Estamos certos de que vamos continuar e vamos seguir trabalhando", afirmou Arce de um balcão do palácio de governo diante de centenas de apoiadores.
Fonte: A Tarde







Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA