Solidariedade da Sorte


Reprodução/Diocese de Santo André


O cardeal Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo e prefeito emérito da Congregação para o Clero, morreu na manhã desta segunda-feira (4/7) em decorrência de um câncer de pulmão. A informação foi confirmada em uma nota de “pesar e esperança” pelo cardeal Odilo Pedro Scherer, da Arquidiocese de São Paulo.

Nascido em Montenegro (RS), Dom Cláudio, como era chamado, entrou para a vida religiosa na Ordem Franciscana dos Frades Menores, recebeu ordenação sacerdotal em 1958 e a ordenação episcopal em 1975. Muito ligado ao papa Francisco, Hummes foi quem o ajudou a escolher o nome do pontífice.

O papa relatou que Hummes estava ao seu lado, no Conclave, no momento da escolha. “Quando a coisa ficou ‘mais perigosa’, ele me confortava; e quando os votos chegaram a dois terços, momento em que há o aplauso habitual porque o papa é eleito, ele me abraçou, me beijou e disse ‘não se esqueça dos pobres'”, descreveu Franscico em entrevista à imprensa, em 2013.
Trajetória

Foi bispo diocesano de Santo André (SP), Arcebispo de Fortaleza e Arcebispo de São Paulo. Dom Cláudio tinha doutorado em filosofia, com especialização em ecumenismo no Bossey Institute em Genebra. Atuou como professor, teólogo, reitor e bispo.

O clérigo dedicou-se à causa dos povos indígenas da Amazônia e à população em situação de vulnerabilidade, como os operários mal pagos e as vítimas das mudanças climáticas.

O corpo será velado na Catedral Metropolitana de São Paulo.

Veja a nota de pesar da Arquidiocese de São Paulo:

Fonte: Metrópoles 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 39456 MOYA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA