Solidariedade da Sorte

Dois tremores de terra foram registrados em Jacobina na tarde deste domingo (30/1). De acordo com o Laboratório Sismológico (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), os abalos aconteceram às 16h53 e 16h57 e tiveram suas magnitudes calculadas em 2.3 e 2.1 mR, respectivamente.

Os dois tremores deste domingo foram percebidos por moradores. Uma das pessoas, que mora no bairro Mundo Novo e prefere não ser identificada, entrou em contato com o Jacobina Notícias e detalhou a experiência. Ele já percebeu outros tremores no ano passado.

"Hoje eu ouvi o barulho, se assemelha muito a um trovão. Como nos últimos dias aconteceram muitos trovões, a população acaba confundindo", disse o morador, que é professor universitário. Ele contou ainda que enviou mensagens via WhatsApp para a esposa nos horários em que ouviu, para deixar registrado. Após o anúncio do LabSis sobre os eventos e seus respectivos horários, eles tiveram certeza.

Só em janeiro, o laboratório registrou 18 abalos sísmicas em Jacobina. O LabSis monitora e divulga os tremores, mas não define as possíveis causas. Ao Jacobina Notícias, o geofísico da UFRN, Eduardo Menezes, já explicou que é preciso "um monitoramento local" para se determinar as causas.

No sábado (29), o laboratório informou a incidência de um tremor de magnitude 2.4, ocorrido às 7h37. Esse evento foi sentido por moradores, inclusive uma mulher compartilhou na internet o relato de que o teto de sua casa balançou.

"Gente, eu ainda tô com o corpo me tremendo agora, porque eu pensei que a casa ia descer (desabar). Foi muito forte, eu disse: 'não, não é possível'. Mas agora eu vim olhar no grupo pra ver se alguém também tinha ouvido alguma coisa. O forro do teto sacodiu tudo, tudo, tudo (...) Meu pai do céu, misericórdia, tô com uma dor de cabeça (sic)", relatou.

Fonte: Jacobina Notícias

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA PI 37581

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA