Solidariedade da Sorte


Por volta das 23h20 desta quarta-feira, 8, oficiais da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros, além do Detram se fizeram presentes na Esplanada dos Ministérios, no Distrito Federal, para finalizar o manifesto de caminhoneiros. Os atos se deram após as manifestações e discursos do presidente Jair Bolsonaro no 7 de Setembro.


De acordo as imagens enviadas por Alex Coelho Lima, presente no ato, o comandante da Polícia Militar do Distrito Federal tentava cumprir a ordem de retirada dos caminhões e dos manifestantes do local. Segundo ele, a alegação seria de que a Defesa Sanitária e outros órgãos do DF não teriam mais ordens de seguir com o acampamento. Ainda de acordo com Lima, a autorização se estenderia até às 20h de quarta-feira, 8.

No vídeo, é possível observar um diálogo entre um dos manifestantes e um oficial da PM. O homem questiona se o oficial se responsabilizaria por uma possível morte no local: “Um tumulto aqui, pessoas vão se pisotear e pode vir alguém a óbito. O senhor vai ser responsável pelo óbito de alguém?”. Após a negativa do agente, o homem destaca: “O senhor que está comandando a operação. A ordem é sua, coronel!”

Durante o manifesto, houveram registros de bloqueios em rodovias federais na Bahia, além de Goiás, Paraná, Espírito Santo, Santa Catarina, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão e Rio de Janeiro.
Fonte: A Tarde

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA