Solidariedade da Sorte

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

               Por: Reprodução/Instragram @lenielborel Por: Redação BNews

O pai do menino Henry, o engenheiro Leniel Borel de Almeida, reagiu muito emocionado à prisão da ex-mulher, Monique Medeiros, e do namorado dela, o vereador Dr. Jairinho, na manhã de quinta-feira (8).

“Esta infeliz matou meu filho. Meu filhinho deve ter sofrido muito”, afirmou ele, em entrevista à TV Globo. Durante sua fala, Leniel chegou a relatar que estava passando mal.

Antes mesmo de saber da prisão, durante a madrugada, o pai de Henry fez uma homenagem nas redes sociais ao filho, cuja morte, ocorrida no Rio de Janeiro (RJ), completa um mês nesta quinta. Leniel lamentou não ter conseguido prevenir a tragédia.

“Henry, 30 dias desde que te dei o último abraço. Nunca vou esquecer de cada minuto do nosso último final de semana juntos. Deixar você bem, cheio de vida, com todos os sonhos e vontades de uma criança inocente. Desculpa o papai por não ter feito mais, lutado mais e protegido você muito mais. Confiamos que Deus fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia”, escreveu o pai do garoto.

Confira o post:


Caso

As investigações da polícia apontam que o vereador Dr. Jairinho teria praticado ao menos uma sessão de tortura contra Henry, de quatro anos, semanas antes do dia da morte, chegando a se trancar no quarto para bater na criança. Ainda de acordo com as apurações, a mãe do menino estava ciente das agressões.

O casal foi detido por atrapalhar as investigações do caso. No momento da prisão, eles estavam na casa de parentes de Monique, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Fonte: BNews

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO EMBASA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA