SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA
O entregador de aplicativo, Matheus Pires, foi humilhado por um morador do condomínio Madre Villac, no município de Valinhos no interior de São Paulo. No vídeo que repertiu na web na manhã desta sexta-feira (07), o homem faz ofensas racistas ao jovem.

“Você tem inveja disso aqui. Moleque, escuta aqui, você tem inveja dessas famílias aqui, você tem inveja disso [mostra a cor da pele]. Você nunca ter. Você é semianalfabeto”, diz o homem.

“Seu lixo, quando deve ganhar por mês heim? Dois mil reais? Não deve ter nem onde morar”, continua. O entregador responde. “Eu tenho onde morar sim”.

Situação gerou revolta entre os internautas. “Revolta esse tipo de atitude mas tudo que vacê dá, vc tbm recebe não se preocupe com isso. A lei do retorno”, comentou um. A gente tá lutando por uma sociedade onde isso não aconteça. Chega de racismo, Chega de desigualdade, Chega de injustiça” disse outro.

O crime de racismo é inafiançável e imprescritível. A injúria racial está prevista no artigo 140, parágrafo 3º, do Código Penal, que consiste na conduta de ofender a dignidade de alguém, e prevê como pena, a reclusão de 1 a 3 anos e multa.
Fonte: O Globo

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DO ESTADO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA