SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Artistas de rua de Salvador criaram o movimento Arte Livre e fizeram um protesto, na Praça Municipal, nesta quarta-feira (1º), para pedir o benefício concedido pela prefeitura da capital.

Uma das artistas, a atriz Adriana Maciel, disse que como eles trabalham em praças, vias públicas e no transporte coletivo de Salvador, estão sem ter como exercer a atividade por causa da pandemia do coronavírus.

“O movimento Arte Livre surgiu a partir da pandemia, esse momento tão delicado. Nós, artistas de rua que trabalhamos em praças, logradouros públicos, ônibus não podemos trabalhar. No entanto, não tivemos o auxílio emergencial da prefeitura e solicitamos, junto com o cadastro de artistas de rua, tanto da prefeitura quanto da Fundação Gregório de Matos. A partir daí, o PI, programa de indicação, foi aprovado pelos vereadores, mas até agora o prefeito ACM Neto não sancionou", disse Adriana.

A artista falou ainda sobre as dificuldades que os artistas estão enfrentando com a falta de trabalho, por causa do coronavírus.

“Estamos passando todas as dificuldades possíveis, pois não podemos trabalhar, já que trabalhamos em praças, ruas e ônibus, não podemos ir para as ruas trabalhar. Nós nos sustentamos apenas da nossa arte", disse.

"No momento não temos como pagar água, luz, não temos como comprar gás, como comprar leite para as crianças, e também não temos como comprar proteínas. Estamos em uma campanha de arrecadação de alimentos, mas os alimentos não vêm alguns itens que precisamos. Estamos nessa luta para entrar na prorrogação do auxílio emergencial”, pontuou Adriana.

O protesto contou com a participação de vários artistas, de diversas áreas. O G1 entrou em contato com a prefeitura para obter um posicionamento sobre o caso, mas até a última atualização desta reportagem, não obteve retorno.

Fonte: G1 Bahia

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DO ESTADO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA