SOLIDARIEDADE DA SORTE

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu nesta quinta-feira (11) aos seus seguidores nas redes sociais que filmem o interior de hospitais públicos e de campanha para averiguar se os leitos de emergência estão livres ou ocupados.

Em live nas redes sociais, o presidente defendeu que, caso as imagens demonstrem alguma anormalidade, elas sejam enviadas ao governo federal, que o repassará para a Polícia Federal ou para a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) para que sejam investigadas.

A entrada em unidades de saúde sem autorização não é permitida. O gesto, além de constranger os pacientes, coloca o visitante em risco de contaminação, sobretudo em meio à pandemia de coronavírus. As autoridades de saúde têm recomendado que as pessoas evitem unidades hospitalares para evitar o contágio.

"[Se] Tem hospital de campanha perto de você, hospital público, arranja uma maneira de entrar e filmar. Muita gente está fazendo isso e mais gente tem que fazer para mostrar se os leitos estão ocupados ou não. Se os gastos são compatíveis ou não. Isso nos ajuda", disse o presidente.

Na semana passada, cinco deputados estaduais de São Paulo invadiram as instalações do hospital de campanha no Anhembi, causando tumulto no local. Os funcionários da unidade de saúde pediram para que eles se retirassem, mas eles se negaram a deixar o local.

O presidente fez o pedido após colocar em dúvida o número total de mortes por coronavírus no Brasil. Nesta quinta-feira (11), o Brasil registrou 1.261 mortes, elevando para 41.058 vidas perdidas.

Sem mostrar provas, Bolsonaro disse que chegam ao governo federal informações de que o número total de mortes está inflado e de que muitas pessoas morrem por outros motivos, mas que seus atestados de óbito incluem o coronavírus como causa.

"Tem um ganho político dos caras. Só pode ser isso. Aproveitando as pessoas que falecem para ter um ganho político. E para culpar o governo federal", disse. "Pode ser que eu esteja equivocado, mas, na totalidade ou em grande parte, ninguém perdeu a vida por falta respirador ou de UTI", acrescentou.

Até agora, o novo coronavírus vitimou mais brasileiros do que os acidentes de trânsito em todo o ano de 2019. Os mais de 40 mil óbitos pelo novo coronavírus superaram as 40.721 mortes no trânsito de 2019.

Além disso, as mortes pela Covid-19 no Brasil já ultrapassaram o total registrado em 2019 com homicídios dolosos. Foram 39.776 em todo o ano passado, de acordo com dados do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Fonte: Bahia Notícias 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO DO ESTADO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA