AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA


Com o avanço da pandemia do novo coronavírus na Bahia, delegados e membros da Polícia Civil estão testando positivo para doença. Em entrevista ao Varela Notícias nesta sexta-feira (22), o presidente do Sindicato dos Delegados Fábio Lordello contou que apenas nesta semana, quatro delegados foram afastados de suas atividades após serem diagnosticados com COVID-19.

De acordo o delegado, ainda não foi elaborado um planejamento para atender as demandas durante a pandemia e que o material de proteção destinado a agentes está em falta, além da limpeza no ambiente de trabalho está ocorrendo apenas após casos suspeitos de coronavírus.

“Nós não estamos recebendo o material devido e isso potencializa o risco de contaminação entre pessoas da corporação. Apenas nessa semana quatro delegados já foram afastados após serem diagnosticados com coronavírus e equipes inteiras também estão sendo afastadas. O problema é grave e eu vejo com certo desleixo da gestão, pois os equipamento não estão chegando, a desinfecção não está sendo feita de forma preventiva e quando ela ocorre é quando já ocorreu um caso suspeito ou confirmado de coronavírus. Se a situação continuar do jeito que está, nós vamos ter que fechar unidades completas tanto na capital como no interior do estado porque não está havendo a preocupação de preservar esse profissionais. As pessoas estão trazendo coisas de casa para se proteger”, declarou.

Sobre os números obtidos de casos confirmados, Fábio informou que os resultados não estão sendo divulgados e que, na maioria das vezes, os profissionais não são testados o que coloca em risco toda a população.

“Existe uma insatisfação muito grande de todo o corpo da Polícia Civil. Até para ter acesso aos números está difícil, pois eles não estão fornecendo os dados concretos. Estamos noticiando esses fatos e nenhuma providência é tomada. Os casos mais recentes foram na capital, fora os outros suspeitos pelo interior que nós não sabemos ainda. Os testes eram para ser feitos com frequência até para os assintomáticos”.

Sobre intervenções nas delegacias, o sindicalista comentou que após casos suspeitos de coronavírus no local, as atividades foram suspensas em algumas unidades.

“Já houve intervenções na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), na região Metropolitana, em Mata de São João. Na Central de Flagrantes vários foram afastados porque houve contaminação. Nós não temos equipes para fazer a higienização no local”, disse.

Em nota, a assessoria da Polícia Civil informou que todos os dados solicitados estão sendo entregues e que logo no início da pandemia a corporação entregou kits de limpeza para as unidades, além da limpeza nas áreas desde o início de maio.

“Os números solicitados também já foram repassados à entidade em questão, via ofício do Departamento Médico da Polícia Civil (Demep). Os testes rápidos estão sendo realizados pelo Demep mediante critérios e triagem no setor de enfermagem”, disse em comunicado.

Segundo a PC, testes tipo “swab”, com maior precisão de resultado, também está sendo implantados e desde o início da pandemia, kits de limpeza com sabão líquido, álcool a 70%, detergente e água sanitária são entregues regularmente às unidades.

Ainda segumdo a nota, delegacias contam com equipes de higienização que realizam esse serviço diariamente e são entregues com regularidade, máscaras e luvas, além de pulverizadores costais para a intensificação da limpeza das áreas internas e externas, das instalações, distribuídos desde o início de maio.

“Para evitar a disseminação, os protocolos de prevenção à doença, emitidos pelos órgãos de saúde pública, estão sendo aplicados pelo Departamento Médico da Polícia Civil (Demep)”, afirmou.

Fonte: Varela Noticias

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PREFEITURA DE UMBURANAS

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA