Salvador tem cerca de 6 mil pessoas em situação de rua, estima prefeitura - AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA

Destaque

Salvador tem cerca de 6 mil pessoas em situação de rua, estima prefeitura



Embora não tenha dados oficiais sobre o número da população em situação de rua em Salvador, a Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre) estima que, atualmente, sejam cerca de seis mil pessoas vivendo nesta realidade na capital baiana.

Em dados disponibilizados ao Bahia Notícias, a pasta reforçou que o último número oficial foi coletado em 2008 numa pesquisa do antigo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), quando foram identificadas 3.289 pessoas vivendo em situação de rua na cidade. Portanto, se a estimativa da Sempre se concretizar, a estatística terá quase dobrado em 12 anos.

Para identificar o número exato, a prefeitura e o Projeto Axé de Defesa e Proteção da Criança e Adolescente assinaram em dezembro um convênio para realizar um senso neste ano. A projeção é que o levantamento dure nove meses. 

Titular da Sempre, Ana Paula Matos comentou, à época, que o estudo servirá para decidir as metodologias pela Sempre e pelo Projeto Axé. Ela alertou que há casos de pessoas atendidas que possuem residência. “O Projeto Axé sempre identificou qualquer pessoa que encontrava na rua, como população de rua e a gente entende que uma pessoa que tem casa, tem moradia, não é uma pessoa em situação de rua. Então, essa unificação de metodologia é necessária, porque o que importa é que a gente identifique de fato essas pessoas e por quais motivos estão nas ruas e como a gente pode fazer para que essa situação seja resolvida”, pontuou. 

Ana Paula disse que a partir dos dados coletados, a secretaria “vai revisar todo o seu planejamento para população em situação de rua e melhorar o que for necessário”.

De acordo com os dados recebidos pelo BN, entre 2017 e 2019 houve um aumento de 25% no número de pessoas atendidas pela Sempre. Em 2019, a gestão municipal implementou o programa Sempre Cidadão, com investimentos de carca de R$ 64 milhões, que reúne ações, cuidados e assistência à população em situação de rua.

Fonte: Bahia Noticias

Páginas