Jacobina Mineração recebe prêmio por investir em usina de compostagem para a Cooperativa Recicla Jacobina

Projeto realizado em parceria com a Cooperativa Recicla Bahia foi um dos vencedores do 26º Prêmio de Excelência da Indústria Minero-Metalúrgica 2024 e zerou descarte de resíduos orgânicos da companhia

Construída em 2021, a partir da parceria entre a Jacobina Mineração Pan American Silver Brasil e a Cooperativa Recicla Jacobina, o projeto Compostagem Inclusiva: Transformando Resíduos em Sustentabilidade" foi um dos vencedores do 26º Prêmio de Excelência da Indústria Minero-Metalúrgica 2024, da revista Minérios e Minerales.

A entrega do prêmio aconteceu em Belo Horizonte (MG) durante o 15º Workshop Opex 2024 – Redução de Custos na Mina e na Planta. A empresa foi representada pela Analista de Relacionamento com Comunidades, Luciana da Silva Requião, e pela Técnica de Meio Ambiente, Vanessa dos Santos de Souza. Com uma capacidade de processamento de 300 toneladas por mês, a usina de compostagem recebeu um investimento de cerca de R$ 400 mil e beneficia mais de 50 famílias.

Com o projeto, a Jacobina Mineração Pan American Silver Brasil passou a destinar todos os resíduos orgânicos para a cooperativa, que transforma tudo em adubo 100% natural para venda, gerando renda e emprego para os cooperativados.

"É muito importante que os projetos de sustentabilidade sejam vinculados a projetos sociais. Não podemos pensar uma coisa sem a outra. O nosso projeto de compostagem, agora premiado, é uma prova disso. Além de reduzirmos o impacto da nossa produção de resíduos orgânicos, que hoje é 100% destinada à usina, estamos promovendo a geração de emprego e renda para dezenas de famílias de Jacobina. O impacto social e econômico é enorme", afirma o Gerente Geral da JMC, Edvaldo Amaral. "Estamos felizes com o reconhecimento e com o trabalho em parceria com a Cooperativa. Eles fazem um trabalho brilhante na cidade e com certeza irão muito mais longe ", completa.

A usina de compostagem do projeto tem capacidade para processar 40% de todo o resíduo orgânico gerado no município. Por mês, mais de 35 toneladas de resíduos já estão sendo processados, garantindo a produção de 5 mil kg de composto orgânico. São 28 toneladas de restos de alimentos e 7 toneladas de poda de árvores e pó de serra de madeira recolhidos por mês. O projeto também já está processando os resíduos orgânicos de outras indústrias, alguns bairros da cidade e de hospitais de Jacobina.

A redução do impacto no meio ambiente vai além. O projeto garantiu a redução da movimentação de caminhões movidos a diesel para o transporte dos resíduos da JMC. A quantidade de quilômetros rodados por mês caiu de 6 mil km para 220 km, o que também gera uma redução da emissão de gases poluentes.

Hoje em dia, o projeto se mantém sem o apoio da Jacobina Mineração Pan American Silver Brasil e já conta com o engajamento de outros atores sociais e econômicos de Jacobina e região. Pensado dentro dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), das Organizações das Nações Unidas (ONU), o projeto, agora reconhecido e premiado, mostra que é possível avançar na proteção ao meio ambiente de maneira sustentável e com inovação, beneficiando os moradores e tornando a cidade um exemplo para outros municípios e regiões da Bahia e do Brasil.

Usina moderna e sustentável
A Usina de Compostagem foi construída e instalada na cooperativa Recicla Jacobina. A infraestrutura e todos os equipamentos necessários foram fornecidos para que o galpão pudesse processar os resíduos orgânicos, transformando-os em adubo de alta qualidade. Além disso, a Jacobina Mineração forneceu uma consultoria de 12 meses para implantação do projeto, mentoria e realização de treinamentos aos cooperados, capacitando-os para desempenhar suas funções de maneira eficaz e lucrativa.

A estrutura é toda impermeabilizada e dotada de captação e drenagem de efluentes que são destinados ao respectivo sistema de tratamento. As águas pluviais também são captadas e desviadas para o seu sistema correspondente. Dessa forma, os efluentes provenientes da compostagem, que têm características similares ao chorume originado em aterros sanitários, porém mais diluídos, são reutilizados para a contínua umidificação das pilhas de composto em um circuito fechado, garantindo que 100% do efluente gerados são reutilizados.

Sobre a Jacobina Mineração
A Jacobina Mineração está localizada em Jacobina, no estado da Bahia. Atualmente faz parte do grupo Pan American Silver e opera com cinco minas de ouro subterrâneas: Canavieiras, João Belo, Morro do Cuscuz, Morro do Vento e Serra do Córrego de forma inteligente, descobrindo e transformando recursos de ouro em valor. Respeitar o meio ambiente, as comunidades onde está inserida e trabalhar com uma abordagem segura e sustentável do negócio é um valor fundamental na atuação da empresa.



Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA