Prefeito deverá demitir secretário de Saúde de Jacobina; Maurício Moraes é o nome mais cotado para assumir a pasta


O prefeito Tiago Dias (PC do B) está prestes a anunciar a demissão do secretário municipal de Saúde, Gilson das Mercês Lima, devido ao enorme desgaste enfrentado durante sua gestão. Segundo fontes próximas à prefeitura, o atual chefe de gabinete, Maurício Moraes (FOTO), poderá ser nomeado como o novo secretário de Saúde de Jacobina. Moraes é presidente do Diretório Municipal do Partido Comunista do Brasil (PC do B) e é considerado um homem de confiança do prefeito.

A equipe de reportagem do blog Jacobina 24 Horas entrou em contato com Maurício Moraes para confirmar a informação.

“Até o momento nunca tive conversa com o gestor nesse sentido “, declarou Maurício Moraes, negando a procedência da informação.

A saúde pública em Jacobina vive um dos piores momentos de sua história, enfrentando uma série de problemas acumulados durante a gestão que resultaram em um verdadeiro caos na vida dos cidadãos mais humildes, que dependem dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS).

Sob a liderança de Gilson Lima, dezenas de médicos deixaram de atender pela Prefeitura devido a atrasos salariais e à falta de condições adequadas de trabalho. Essa situação afetou diretamente o Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, que está fechado, o Hospital Regional Vicentina Goulart, que opera precariamente, e a UPA 24 Horas, que enfrenta a escassez de insumos básicos, além de outros problemas, como atrasos nos salários dos servidores.

A atenção básica também sofreu um retrocesso no município de Jacobina, com o fechamento de unidades odontológicas e uma precarização dos atendimentos nos postos de saúde, resultando em reclamações diárias da população.

Nas últimas semanas, os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) têm enfrentado a falta de medicamentos e atrasos nos salários dos médicos, chegando a suspender os atendimentos. A situação se agravou tanto nos últimos meses que até os vereadores da bancada de situação pediram publicamente a demissão do secretário de Saúde.

Apesar de todo o desgaste, Gilson Lima permaneceu no cargo, contrariando a opinião da maioria dos apoiadores do prefeito Tiago Dias. Segundo rumores, a insistência em mantê-lo no cargo está relacionada à sua ligação com o deputado federal Daniel Almeida (PC do B).

Caso deixe a secretaria de Saúde, Gilson Lima poderá ir para o Núcleo Regional de Saúde Centro Norte (NRS), porém, esse cargo pertence ao PT, que deverá vetar a indicação do PC do B.

A expectativa agora é de que a nomeação de Maurício Moraes traga uma nova perspectiva para a saúde pública de Jacobina. Resta aguardar os próximos passos do prefeito e as medidas que serão tomadas para enfrentar os desafios enfrentados pelo sistema de saúde do município.

Fonte: Blog Jacobina 24 Horas

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA