Solidariedade da Sorte

O governador Rui Costa ao aldo do ex-presidente Lula no Desfile do Dois de Julho - Foto: Uendel Galter/ Ag A Tarde

O governador Rui Costa (PT) rebateu neste sábado, 2, as críticas feitas pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) nesta sexta-feira, 1º, durante evento em Feira de Santana.

Na ocasião, Bolsonaro afirmou que os governadores do Nordeste entraram na Justiça contra a redução de impostos estaduais.

"Não querem colaborar com o povo. Não se preocupam com sua população. Querem extorquir o contribuinte brasileiro. Doze governadores entraram na Justiça. Destes 12, todos do Nordeste. Inclusive, o da Bahia. Mas a força da lei se fará presente", disse o presidente.

Rui rebateu e afirmou que é "tradição e história" de "pessoas incapazes e incompetentes" culpar as outras. "Quem privatizou a refinaria na Bahia fui eu ou foi ele? Quem desmontou a Petrobras, quem quebrou o país, levou o povo brasileiro à fome, disparou o preço dos alimentos, desemprego?", disse o governador.

"Ele quebrou o país, é completamente incapaz de governar e todas as pessoas que são incapazes tendem a viver culpando os outros, é a prática dele. Mas o povo brasileiro está em contagem regressiva. Ele não só é incapaz, mas é desumano e cruel e a pandemia deixou clara essa natureza", continuou Rui.

Em seguida, ele lembrou alguns recentes escândalos e disse que só refletem "a cara do governo".

"A qualidade do governo dele é gente religiosa que pede barra de ouro, é presidente da Caixa que comete assédio. Nunca vi isso na história da instituição, isso é a cara do governo dele. Isso fala por si só. Ele está de um lado e estou muito distante dele, estou do lado do povo nordestino que conta as horas dele ir embora", disse Rui.
Fonte A Tarde

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 39456 MOYA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA