Solidariedade da Sorte


Na manhã desta quarta-feira, 13 de julho de 2022, a servidora pública Ellen Mascarenhas é ouvida na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar no auditório Jayme D’Almeida Cruz, na Câmara Municipal de Jacobina, sobre a agressão sofrida no Parque de Exposições, tendo o vereador Valnei dos Anjos como acusado.

A mesa é composta pela vereadora Adriana Cruz como Presidente da Comissão, Simone Araújo como Relatora, Zé do Povo como Membro, pelos advogados do Legislativo Dr Durval Borges e Dr Arlindo Galdino, pelo Dr Joanderson Gomes como advogado do vereador Valnei dos Anjos, e pela servidora Ellen Mascarenhas e sua mãe Vera Neuza.

"Apenas três vereadores estiveram a consideração de me ligar. Me senti jogada para os lobos, as pessoas estão vendo as imagens e ainda duvidam da agressão. Isso é o reflexo de um país machista e misógino" disse Ellen.

Emocionada, Ellen disse que a violência não foi só física, que se sentiu humilhada também no momento em que o fato foi noticiado nacionalmente, até no Fantástico, e o vereador emitiu uma nota mentirosa, onde não teve a coragem de pedi desculpas pela agressão.

Integrantes do Movimento de Mulheres se fazem presentes em apoio a Ellen Mascarenhas que é diretora de comunicação da PMJ, no caso que causa revolta popular.

Após a juntada de documentos e oitiva da acusação e defesa do acusado, a comissão deverá elaborar e encaminhar os relatórios a Mesa Diretora da Casa para julgar o fato, podendo até decidir pela cassação do vereador Valnei dos Anjos, que segue recebendo seu salário, porém, afastado da Câmara Municipal. 

Fonte: Augusto Urgente!



Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

CAMARA DE JACOBINA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA