Solidariedade da Sorte

Criminoso foi contido pela população — Foto: Reprodução


Um bandido, que estava usando uma calça da farda de gari, foi preso na tarde desta quarta-feira (27) após anunciar um assalto a uma mulher nas proximidades de uma loja na Avenida Antônio Basílio, no bairro Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal.

Uma pessoa não identificada, que passava pelo trecho, percebeu a ação criminosa e trocou tiros com o assaltante e com o comparsa dele, que conseguiu fugir. Ninguém ficou ferido.

A vítima, que tem 40 anos de idade, contou que foi abordada no momento em que havia acabado de entrar no carro e parou para responder uma mensagem no celular.

"Eu ia sair já. Peguei o celular para responder uma questão de trabalho. Foi na hora que me abordaram. O cara já chegou me abordando com a arma. Ele me jogou para o banco do passageiro e o segundo entrou no banco de trás, me segurando", contou ela, que preferiu não se identificar.

"O que estava na frente, na direção, estava de gari. O segundo eu não consegui ver, porque ele entrou muito rápido, e já veio me segurando, falou para eu ficar calma, não tentar fugir, porque eu tentei abrir a porta do carro. Ele falou que ia atirar se eu tentasse fugir".

Neste momento, o criminoso não conseguiu dirigir o veículo e ela começou a passar orientações. Foi aí que começou a troca de tiros, segundo relatou a vítima, após uma pessoa perceber a ação criminosa.

"Quando conseguiu dar a ré no carro, veio uma terceira pessoa já atirando. Quando começou a troca, um [criminoso] saiu correndo e o que estava na direção ficou apavorado. Eu abri a porta do carro e saí correndo também no meio dos tiros. Entre ficar com o bandido e sair, na hora eu só pensei que tinha que sair dali e fui me esconder atrás de outros carros", disse.

O criminoso que ficou no carro foi contido por populares até a chegada da polícia, que efetuou a prisão e o encaminhou para a Central de Flagrantes. Ele chegou a ser amarrado em uma árvore no canteiro central da Avenida Antônio Basílio.

"Em todo momento eu pensei: 'Meu Deus, leve o carro, me deixe sair'. Ele [o criminoso] falou: 'Não, você vai junto, fique calma, não vou fazer nada'. Pensei: 'E agora?'. Mas, depois, a sensação de alívio é muito grande", disse a vítima.

Criminoso foi amarrado em uma árvore por populares até a chegada da polícia — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi


Fonte: g1

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 39456 MOYA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA