Solidariedade da Sorte

Foto: Reprodução/RecordTV

O apresentador do Balanço Geral, Adelson Carvalho, se meteu em um saia justa com a cúpula da RecordTV após ter chamado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva de ex-presidiário durante apresentação do programa na última quinta-feira (2).

Na ocasião, Adelson e o repórter João Kalil, comentavam sobre um flagrante de criminosos assaltando um idoso na Avenida Sete de Setembro, em Salvador. Ao comentar a ação dos bandidos, o apresentador, sem citar Lula, afirmou que o presidenciável defende criminosos em seus discursos.

"Kalil, de indignar, é o ex-presidiário dizer que tem pena desses jovens aí. O ex-presidiário fala abertamente que não suporta mais ver jovem apanhando, morrendo, porque roubou um celular para ter um dinheirinho. É, o ex-presidiário fala isso com a maior cara de pau. Com o maior cinismo!", inicia Adelson.

"É o mesmo que recentemente disse que a classe média no Brasil está ostentando demais, que mora em um empreendimento de milhões. Só viaja de jatinho, cheio de segurança, com todo mundo bem armado. Tá rindo da cara do povo, tá dando risada", concluiu.

De acordo com informações do portal Notícias da TV, o vídeo começou a viralizar em grupos de esquerda e chegou às mãos de Gustavo Orlandi, diretor de Jornalismo da Record na Bahia, e da alta cúpula da emissora em São Paulo.

Ao portal, o canal baiano confirmou a advertencia. "Adelson Carvalho foi advertido pela direção de Jornalismo da Record TV em função dos comentários indevidos feitos na edição de quinta do programa. A orientação da direção de Jornalismo, de conhecimento de todas as redações e prevista em Manual de Práticas e Diretrizes, é para que os apresentadores se atenham estritamente aos fatos reportados. Portanto, a direção não corrobora com as opiniões pessoais emitidas pelo jornalista", disse a emissora em nota.

Fonte: Bahia Notícias

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

CAMARA DE JACOBINA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA