Solidariedade da Sorte


Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Diversos vídeos estão circulando nas redes sociais na noite desta quinta-feira (31) mostrando cenas de guardas municipais expulsando professores do interior da prefeitura de Feira de Santana.

No local a energia foi cortada e há viaturas da polícia no lado de fora. Até as 20h30, cerca de 30 professores ainda estavam no prédio. Em um dos vídeos, guardas municipais aparecem usando extintores de incêndio contra os manifestantes, que revidaram a ação com cadeiradas. Em outro o vereador Jonathas Monteiro aparece tentando negociar, mas também leva rajada de extintor.
A ocupação ocorreu no final da manhã após a categoria deflagrar greve por tempo indeterminado na rede municipal de ensino. Os professores e uma comissão de vereadores se dirigiram ao paço municipal para conversar com o prefeito, mas uma grande confusão foi formada e eles não foram atendidos.

Guardas municipais tentaram impedir a entrada dos grupos e usaram spray de pimenta para conter vereadores, atingindo também professoras. Duas mulheres passaram mal. O presidente da câmara Fernando Torres registrou queixa de agressão contra o chefe de gabinete do prefeito.


A prefeitura divulgou uma nota na qual apoia a ação da Guarda. "A Guarda Municipal agiu com a energia necessária para exclusivamente defender o patrimônio público, até porque o prédio da Prefeitura Municipal é tombado como patrimônio histórico e cultural. Os manifestantes chegaram a danificar algumas portas, quebrando vidros”, diz a nota.


A prefeitura informou também que ontem à noite, o Governo Municipal manteve uma reunião de negociação com os professores, garantido o pagamento do piso salarial Nacional.

“A invasão à Prefeitura é um total desrespeito ao povo de Feira de Santana e surpreende que autoridades constituídas, como o presidente do Poder Legislativo, esteja na liderança de um ato de vandalismo como este”, declarou.


A reportagem do Acorda Cidade flagrou o momento em que professores que estavam do lado de fora levavam água, colchonetes e alimento para os professores que ocupavam o prédio, passarem a noite. Eles usaram baldes amarrados em cordas para subir os materiais.

A ocupação na prefeitura continua. Uma vigília foi organizada em frente ao prédio.

Fonte: Acorda Cidade

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA PI 37581

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA