Solidariedade da Sorte


Foto: Divulgação/PRF)

Um carro Chevrolet/Onix clonado que seria sorteado em uma rifa foi apreendido na tarde da última quinta-feira (21), por policiais rodoviários federais, no município de Milagres. O flagrante ocorreu durante fiscalização da PRF, na altura do quilômetro 538 da BR 116. O carro estava plotado e com anúncios de oferta referente a um sorteio de rifa.

Ao realizar uma fiscalização minuciosa no automóvel, a equipe policial descobriu que o carro era roubado e estava circulando clonado com placas e demais elementos de identificação veicular adulterados. A ocorrência do roubo foi registrada na cidade de Camaçari (BA), em 17 de novembro do ano passado.

O passageiro do automóvel, um homem de 24 anos, identificou-se como proprietário do Onix e informou aos policiais que comprou o carro em um site da internet de compra/venda. Disse ainda que a negociação girou em torno de R$ 47 mil, sendo que deu de entrada R$ 5 mil e o restante seria quitado quando ‘corresse’ a rifa.

Configurado o crime de receptação de veículo roubado (art. 180 CP), a ocorrência foi apresentada à autoridade policial da Delegacia de Polícia Civil de Itaberaba (BA).

A clonagem de veículos é comumente utilizada por quadrilhas especializadas que adulteram veículos furtados ou roubados e utilizam placas de veículos idênticos e legalizados a fim de passar despercebido por fiscalizações.

Outra modalidade utilizada é a revenda, alimentada pelo comércio ilegal desses veículos clonados, muitas vezes negociados em sites na internet por valores inferiores ao preço real do veículo. Nesta fase do crime temos a terceira vítima em potencial, o comprador que, inadvertidamente, passa a ter a posse do veículo clonado.


A PRF alerta que ao adquirir um veículo seminovo é importante conhecer a procedência, realizar os trâmites de transferência de propriedade e duvidar sempre de ofertas muito vantajosas.

Fonte: Correio

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA PI 37581

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA