Solidariedade da Sorte


Foto: Aldo Matos/Acorda Cidade

A equipe do Serviço de Investigação da Polícia Civil de Feira de Santana cumpriu, na manhã desta quinta-feira (14), um mandado de prisão preventiva contra um pastor evangélico, que está sendo acusado de estupro. Ele foi preso em sua residência, localizada no bairro 35º BI.

Conforme o delegado Roberto Leal, coordenador da 1ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), ele foi apontado, até o presente momento, como autor de dois estupros contra duas mulheres, fiéis da igreja. Ainda segundo o delegado, as investigações foram iniciadas após denúncia de uma das vítimas, sendo também relatado que um desses estupros ocorreu no interior da própria igreja.

"Há cerca de 30 dias, uma mulher esteve na delegacia de polícia e relatou que havia sido vítima de estupro, e apontou o investigado como autor deste fato. As investigações foram iniciadas ouvindo diversas pessoas e percebemos que realmente havia indícios suficientes de autoria. No curso da investigação, além desta vítima, acabou sendo desvendado que outra pessoa que frequentava a igreja também relatou o mesmo fato, de que teria sido estuprada pelo investigado. Representamos pela prisão preventiva e foi decretada ontem, dia 13, e hoje por volta das 6h da manhã, foi dado o cumprimento”, relatou o delegado ao Acorda Cidade.

De acordo com o delegado, o investigado permaneceu em silêncio durante a prisão. Ele prestará depoimento na delegacia e será encaminhado para o Conjunto Penal de Feira de Santana.

“Ele estava à frente de uma igreja evangélica em Feira de Santana. Foi a própria vítima que fez o registro. Eram membros ativos na igreja. Há uma necessidade de descobrir se há outras possíveis vítimas. Até o presente momento são duas vítimas, mas há relatos, ainda não confirmados, de novas vítimas. Continuaremos com as investigações para provar se houve ou não outros fatos. Ele manteve-se em silêncio durante a prisão, manifestou seu direito de só falar na presença de seu advogado,e ainda hoje será interrogado, momento em que vamos conhecer a versão dele. O investigado será encaminhado para o Conjunto Penal de Feira de Santana onde aguardará a conclusão do inquérito policial e, se for necessário, será instaurado outros inquéritos de novas vítimas”, concluiu.

Fonte: Acorda Cidade

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 86258 SLA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA