Solidariedade da Sorte

O ex-morador de rua Givaldo Alves de Souza, de 48 anos, que foi espancado por um personal trainer em Planaltina (DF), teve o seu perfil bloqueado, no sábado (16), da plataforma Instagram. Por causa disso, os seus advogados decidiram processar a rede social e pretendem solicitar uma indenização no valor de R$ 300 mil. As informações são do R7.

O perfil, que contava com 477 mil seguidores, era usado por Givaldo para negociar parcerias e publicidades. Segundo a sua defesa, o atual influenciador digital ganhava cerca de R$ 30 mil por semana com a rede social.

Após o bloqueio, Givaldo divulgou um vídeo no TikTok no qual afirmou que “cabeças vão rolar. Aguardem. Já que derrubaram minha conta lá na rede vizinha (Instagram), vou tirar uma folga até voltar”.

Fonte: Istoé

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA PI 37581

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA