Solidariedade da Sorte

Foto: Luis Fortes - MEC

O presidente Jair Bolsonaro oficializou, nesta segunda-feira (18), a permanência de Victor Godoy Veiga como ministro da Educação. Ele já ocupava o cargo interinamente, desde a saída de Milton Ribeiro, em 28 de março, sob acusações de privilegiar pastores suspeitos de liberar negociações de verbas do MEC em troca de vantagem indevida.

Godoy era pessoa de confiança de Ribeiro e também já esteve com os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura em eventos da pasta.

Com relação a um eventual retorno de Milton Ribeiro ao cargo, o ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, disse não ver problemas nisso, após a conclusão das investigações. O próprio presidente também já demonstrou total confiança no ex-ministro, ao afirmar que colocaria "a cara no fogo" por ele.

Fonte: Metro 1

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 86258 SLA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA