Solidariedade da Sorte

Sede da CBF no Rio de Janeiro

O ex-presidente da Federação Baiana de Futebol (FBF) Edinaldo Rodrigues foi eleito nesta quarta-feira como novo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) até 2026, após o afastamento de Rogério Caboclo por acusação de assédio sexual a uma funcionária da entidade.

Rodrigues, que chegou a ocupar interinamente o comando da CBF após o afastamento de Caboclo, era o candidato único e foi eleito com quase a totalidade de votos, em eleição realizada após uma decisão judicial.

Apenas a Federação de Alagoas e a Ponte Preta não votaram em Edinaldo. Participaram da eleição as federações estaduais, cujos votos tiveram peso 3; os clubes da Série A, com peso 2, e os clubes da Série B, com peso 1.

“Que esta entidade seja dos filiados, das federações, dos clubes da Série A, da B, da C, da D, do futebol brasileiro. E que nenhuma interferência externa possa subjugar este trabalho. Neste momento, quero agradecer a todos vocês de uma forma penhorada, por esse apoio, por esse decisivo não ao preconceito”, disse Rodrigues em seu discurso.

“E dizer que, juntos, queremos construir um futebol brasileiro que seja de pureza, de transparência, em que os clubes possam ter voz, não só votos. Que eles desenhem o que é melhor para todos eles. Que as federações coloquem seus nomes na modernidade do futebol brasileiro”, acrescentou.

O ex-presidente Caboclo fora afastado do cargo em setembro do ano passado por decisão da Assembleia-Geral da CBF devido a uma acusação de assédio sexual a uma funcionária. Ele já estava afastado previamente desde junho após a revelação da denúncia.

(Por Rodrigo Viga Gaier)


Fonte: Istoé

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 86258 SLA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA