Solidariedade da Sorte

A aliados Otto tem repetido que não se preparou para ser candidato a governador, mas sim a senador. - Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Otto Alencar (PSD) aguarda a pacificação no PT para assumir a candidatura ao governo. Nesse sentido, é esperada uma atuação do governador Rui Costa e do senador Jaques Wagner, além da "benção" do ex-presidente Lula, para acalmar os ânimos entre os petistas, que têm duas reuniões esta semana para discutir o assunto.


A ideia é que, ao retornar do México, Lula se reúna novamente com as lideranças da aliança PT-PSD-PP na Bahia para definir a data do lançamento da chapa, evento do qual participaria o ex-presidente.

Na próxima segunda-feira, 7, os deputados federais e estaduais do PSD se reúnem com Otto e o também senador Ângelo Coronel para tratar de eleição. Antes disso, na sexta, 4, a executiva do PT debaterá se mantém candidatura própria - após Wagner informar que não concorreria mais ao governo - ou se apoiará Otto.

No entanto, o clima "pró Otto" é tão evidente que até mesmo o secretário de Relações Institucionais, Luiz Caetano (PT), um dos especulados como possível "substituto" de Wagner na cabeça de chapa, já reconheceu que o senador do PSD é o "nome mais forte" para disputar o Palácio de Ondina.

Fonte: A Tarde

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 86258 SLA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA