Solidariedade da Sorte

Foto reprodução

O subprocurador-geral do Ministério Público Lucas Rocha Furtado pediu ao Tribunal de Contas da União que investigue uma suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro nos preços Petrobras.

O servidor defende que os valores da gasolina, do etanol e do óleo diesel acompanhem a variação do mercado internacional, como é estipulado por lei, e não os desejos do líder do Executivo.

Recentemente, Bolsonaro criticou tal política e disse que a empresa não pode trabalhar "exclusivamente visando o lucro". O presidente fez um apelo à estatal para que ela reveja sua política de preços para frear a alta dos combustíveis no país.
Fonte: R7

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA PI 37581

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA