Solidariedade da Sorte


Reprodução

O cerimonialista Valeriano Filho, de Anápolis (GO), que já respondeu a processo em 2020 por insultar uma diarista, foi denunciado à polícia novamente nesse domingo (27/2), após enviar áudios de WhatsApp humilhando um chef de cozinha. “Você não é nada, você é um lixo”, diz ele nas mensagens.

O cozinheiro insultado é Weslei Peres, que atua há 13 anos no ramo de eventos e chegou a participar do quadro Jogo de Panelas do programa Mais Você, de Ana Maria Braga. Ele registrou ocorrência por injúria e ameaça, após ouvir os áudios e se indignar com as palavras utilizadas pelo cerimonialista. Ouça trecho:

 

“Eu faço festas boas. Eu ganho dinheiro, sou profissional. Você não é nada, você é um lixo. Nem festinha você faz, Weslei. Você nem panela tem para cozinhar, não tem nem material”, declarou Valeriano.

O cozinheiro contou ao Metrópoles que vários áudios foram enviados em sequência, mas que alguns acabaram apagados em seguida. Segundo Weslei, Valeriano ameaçou dizendo que iria acabar com o trabalho dele e disse que não faria mais nenhum evento em Anápolis.
Não se falavam há anos

A relação entre os dois já vinha abalada em decorrência de situações do passado. “A gente já não se falava, porque quando eu participei do programa da Ana Maria Braga, meu nome começou a crescer dentro da cidade e eu trabalhava com ele, fazia os eventos dele, mas decidi seguir sozinho, organizando os meus eventos só, e ele começou a me derrubar”, contextualiza Weslei.

No último dia 13/2, o chef trabalhou em um casamento em Anápolis e reencontrou Valeriano, que também havia sido contratado para a ocasião. Os dois teriam se desentendido um dia antes da festa. “Ele me maltratou, me chamou de moleque, [falou] que eu não tinha fineza, que eu não sabia o que era chique”, relata o cozinheiro.

Chef de cozinha Weslei Peres, vítima de insultos praticados pelo cerimonialista Valeriano Filho Reprodução/Redes Sociais

Motivo da confusão

O estopim, no entanto, que gerou os xingamentos de agora, ocorreu após os dois serem cogitados para trabalhar em um aniversário de 15 anos em Silvânia (GO), a 83 Km de Goiânia. O caminho da dupla voltou a se cruzar, nos últimos dias, durante os preparativos da festa, que ainda está para acontecer.

Weslei contou ao Metrópoles que já havia sido contratado e sugeriu aos pais da aniversariante uma pessoa para cuidar da decoração do aniversário. Na hora da visita para acertar os detalhes, Valeriano teria acompanhado a decoradora indicada e se ofereceu para fazer o cerimonial.

A dona da festa, no entanto, disse que consultaria Weslei primeiro, pois o cozinheiro havia dito que indicaria algum cerimonialista também. Ao saber que Valeriano havia procurado a família, o cozinheiro disse que eles não trabalhavam juntos.

“Aí ele virou um veneno. Ontem, 9h40 da manhã começou a enviar áudio, um atrás do outro, me xingando tudo, acabando comigo, começou a xingar minhas filhas, minha mãe, meu pai”, conta o cozinheiro.

A reportagem entrou em contato com o cerimonialista para ouvi-lo sobre o caso, mas ele disse que não poderia falar nesta segunda-feira (28/2) e que esclarecerá os fatos nessa terça (1º/3). O espaço está aberto.
Humilhação a diarista em 2020

Esta não é a primeira vez que o nome de Valeriano Filho está envolvido em um episódio de humilhação. Em 2020, ele foi notícia por insultar a diarista Maria José de Souza Marques, que também registrou ocorrência na Polícia Civil.

O cerimonialista enviou áudios raivosos, depois que Maria desmarcou uma faxina na casa dele. “Tenho ódio de me misturar com gentalha como você. No dia que eu te ver na rua, gentalha, vou cuspir na sua cara”, esbravejou Valeriano.

O processo tramitou na Justiça e foi arquivado, recentemente, após acordo. Valeriano vai pagar R$ 2 mil de indenização à diarista.

Fonte: Metrópoles

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 86258 SLA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA