Solidariedade da Sorte


“Tive medo de morrer, deixar minha filha e perder meu filho”, disse a vítima. / Juliana Barbosa

A recepcionista Tatiane, grávida de 6 meses, foi até uma oficina cobrar a pensão alimentícia do pai da criança, que é seu ex-marido, com quem também tem uma filha de cinco anos. A reação do homem foi desproporcional. Ele deu socos, pontapés e murros que desfiguraram o rosto de Tatiane, no último sábado (5), no bairro de Pirajá. Tudo isso aconteceu na frente da filha do casal. A mãe da criança diz que ele já havia tentando enforcá-la uma vez.

De acordo com a vítima, o casal estava junto há cinco anos. Os dois se separaram em dezembro, e desde então, o pai dos pequenos vinha colaborando com R$80,00 no sustento da família. A recepcionista chegou a registar boletim de ocorrência.

Durante a agressão, Tatiane diz que só pensava nos filhos: “Tive medo de morrer e deixar minha filha, perder o meu filho”. Logo após a sequência de violência, a gestante foi socorrida e levada a Unidade de pronto atendimento, logo após a maternidade, onde sua filha foi encaminhada ao psicólogo. Depois Tatiane fez o exame de corpo de delito, e mesmo com a medida protetiva, a recepcionista temia por sua vida.

Após o ocorrido, a criança de cinco anos permaneceu com familiares. O homem, que não teve a identidade divulgada, teve a prisão preventiva decretada pela delegada Iola Nolasco.

Quem puder e quiser ajudar Tatiane, que ainda não tem o enxoval do bebê, e passa uma situação de vulnerabilidade social, segue o pix: (71)98638-0469

Fonte: BNews

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA PI 37581

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA