Solidariedade da Sorte

Nesta terça-feira, 01 de fevereiro de 2022, profissionais da educação do município de Ourolandia realizam uma manifestação, para cobrar do poder público municipal a negociação do rateio das sobras do FUNDEB e reajuste do piso salarial.

O professor Manoel Diógenes que é da APLB local, relata que o município sinalizou que irá acertar com a categoria, porém, aguarda um parecer do TCM.

"Municípios de todo o país estão negociando com a categoria, a lei permite isso, só Ourolandia está travando um recurso de 2,6 milhões, que poderá retornar para a união" disse Manoel.

A lei federal de número 173 finalizou em 31 de dezembro de 2021. Uma outra lei iniciou no dia 28 de dezembro de 2021, dar direito ao rateio dos recursos para a categoria, sendo apontada por vários municípios do país, onde há sobras do FUNDEB. 

O prefeito Zé Raimundo esteve em uma reunião às 15h com o TCM (Tribunal de Contas dos Municípios) em Salvador, porém, disse que para tomar ima decisão segura, irá aguardar o presidente Plínio Carneiro Filho se reunir em plenário, para dar um parecer final, sobre o rateio.

A categoria dos profissionais da educação  decidiu em plenário, que no próximo dia 8 estará novamente se reunindo em uma manifestação em Ourolandia, para cobrar do município e do TCM celeridade na decisão e que seja favorável.

Veja matéria em vídeo clicando AQUI!

Fonte: Augusto Urgente!





 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA PI 37581

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA