Solidariedade da Sorte


O homem investigado por atropelar e matar a ex-companheira, Leidiane Nascimento Paraguassu, na cidade de Simões Filho, Região Metropolitana de Salvador, foi detido por mandado de prisão temporária, na quarta-feira (16). Ele usou um caminhão para cometer o crime.

A Polícia Civil não divulgou a identificação do suspeito, que será transferido da delegacia de Simões Filho para presídio de Salvador. Apesar disso, a família da vítima informou que o nome dele é Sivanildo Macedo. O g1 não conseguiu identificar a defesa do investigado.

O caso aconteceu na noite do dia 12 de fevereiro. Leidiane voltava do trabalho, de carona na motocicleta com um homem, apontado pelos parentes como namorado dela. Ele também ficou ferido e foi hospitalizado, mas não há detalhes sobre o atual estado de saúde dele.

Quando os dois passavam pela região do Parque Continental, a moto em que eles estavam foi atingida pelo caminhão, dirigido pelo ex-companheiro dela. O filho mais novo, fruto do relacionamento da vítima com o investigado, estava no caminhão e presenciou tudo.

No dia do crime, a criança tinha 6 anos; ele completou 7 dois dias depois. O suspeito fugiu após o atropelamento, abandonando a criança no caminhão. A família da vítima deu detalhes da situação, com base no relato do garoto.

"Ele disse que quando viu que era a mãe [que estava na moto], pediu para o pai frear. E ele [suspeito] não freava. Ele falava: 'pai, esse não é o freio, é o acelerador'. E ele continuou indo para cima [da moto com o caminhão], ao ponto de sair, abandonar o veículo e largar a criança dentro do caminhão", disse o Wellington Paraguassu, irmão de Leidiane e tio do menino.
Fonte: G1

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA PI 37581

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA