Solidariedade da Sorte


Da Redação

Uma menina de 7 anos teve seu mini fusca de brinquedo guinchado pela polícia no último sábado (1º), em Itapoá, região norte de Santa Catarina. O caso ganhou destaque após um vídeo ter viralizado nas redes sociais. As informações são da Folha e do site SCC10.

Segundo a Polícia Militar, o mini fusca, por ser motorizado e movido a gasolina, ao circular em vi a pública, recebe o tratamento como um veículo automotor, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro.

“Estava sendo conduzido sem as devidas condições de segurança, sem a documentação necessária (licenciamento) e dirigido por pessoa não habilitada, que acarretam na remoção do mesmo, além das autuações pertinentes”, disse a polícia em nota.

Segunda a mãe da pequena Maria Eduarda, Simone França, o mini fusca era conduzido pelo marido e escoltado por dois carros da família. “O policial pediu para parar, nem pediu documento, e já chamou o guincho”, disse.

Ela disse que o veículo foi comprado em outubro de 2020 e que a família não foi informada em momento nenhum sobre a necessidade de documentos para o mini fusca circular.

Segundo ela, no dia anterior, o mesmo policial havia abordado a filha e uma amiga, e questionado se o carrinho era montado e se tinha nota fiscal. “Em momento nenhum ele falou que não podia circular”, disse a mãe de Maria Eduarda.


Simone conta que a filha está abalada pela perda do brinquedo, que está no pátio do guincho em Itapoá e não pode ser retirado, pois não há a possibilidade de ser regularizado e vistoriado, para que seja recolocado em circulação. De acordo com o SCC10, a única forma de recuperá-lo é por via judicial.

“Ela está mal, muito mal, ela acorda de manhã, olha para a garagem vazia. Está difícil”, conta Simone. Maria Eduarda chegou a gravar um vídeo em que pede ajuda para recuperar seu brinquedo. Assista
 abaixo.


Fonte: Istoé 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

PI 39456 MOYA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA