Solidariedade da Sorte

Imagem Ilustrativa 

A dona de casa Susy Costa, de 56 anos, encontrou na terça-feira (30) um bebê morto envolto em uma sacola dentro de uma geladeira, em Belo Horizonte (MG). De acordo com as investigações, o corpo estava dentro do eletrodoméstico havia um ano. As informações são do G1.

Em depoimento à Polícia Militar, a dona de casa contou que a suposta mãe do bebê, identificada apenas como Grazi, entregou a ela um embrulho em um saco preto e pediu que o guardasse na geladeira. Na ocasião, a mulher afirmou que dentro do saco havia um pedaço de carne, que ela ia dar para outra pessoa.

“Minha irmã disse que guardaria e depois disso ela sumiu de lá [do bairro]. Elas só mantinham contato por WhatsApp. Minha irmã falava que ia jogar a carne fora e ela não deixava, falava que iria buscar”, contou à TV Globo a faxineira Simonia Salgueiro, irmã de Susy.

Conforme investigação, a mãe do bebê e Susy frequentavam a mesma igreja. A jovem estava grávida do namorado e decidiu esconder a gravidez. Após o nascimento, ela enrolou a criança em uma cinta e colocou dentro de um saco preto.

Um ano depois de aceitar guardar o embrulho, a dona de casa precisou fazer uma limpeza na geladeira e desligou o eletrodoméstico para que o gelo fosse descongelado. Susy conta que foi nesse momento que ela percebeu que havia um pé dentro da saco.

A mulher acionou os militares, que foram até o local e confirmaram que o corpo era de um bebê. Peritos da Polícia Civil também foram acionados. O caso segue em investigação.

Fonte: G1

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

TEMPO PI - 32135

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA