Solidariedade da Sorte


Gato estuprado ganha apoio na internet com vaquinha online / Reprodução/Redes Sociais Redação BNews

Um perfil no Twitter usou a conta na rede social para compartilhar a história de um gato chamado Keti e da família. O felino teria sido estuprado por um garoto do bairro onde ele mora. A história comoveu os internautas, que se mobilizaram para garantir a ida do animal ao veterinário.

O usuário da rede social contou que o pet é da sua tia e que o animal estava extremamente debilitado após o ato. “Ela disse que ele não quer levantar nem para fazer cocô, como podem ver na foto. Ele chegou miando muito alto e deu pra ver a agonia dele. Não consegue nem se sentar”.

O relato indignou os internautas, que imediatamente pediram por justiça. A publicação, que foi feita nesta quarta-feira (29), teve mais de 10 mil compartilhamentos.
O perfil contou que apenas uma consulta com o veterinário custava 150 reais e, no momento, a família não conseguiria arcar com esse custo. Internautas, então, resolveram se mobilizar para ajudar Keti, que já conseguiu ser atendida por um profissional e está em tratamento.
“Keti continua se recuperando, pra quem está preocupado com algo grave dentro dele. O veterinário fez a ultrassom sim e constatou que realmente foi algum menor de idade, mas graças a deus não conseguiu ir tão profundo na penetração e o prejudicou por dentro, ou seja, sem cirurgias”, contou. “O ânus dele está saltado para fora, mas foi aplicada injeção para que tudo volte ao normal e a dor seja diminuída. Ele está mais tranquilo. Ele não conseguia andar ou sentar e agora já consegue porque a dor está regularizada”, acrescentou.

A família demonstrou muito gratidão com a ação solidária dos internautas e a tutora do animal fez questão de gravar um vídeo agradecendo o apoio. Diversas fotos do bichano foram compartilhadas e, ao que tudo indica, ele está se recuperando bem.

Fonte: BNews 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

TEMPO PI - 32135

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA