Solidariedade da Sorte


Panda não saia do lado da sua companheira mesmo quando os trens passavam por cima deles / Reprodução/Facebook Redação


Uma cachorra, atropelada por um trem, permaneceu deitado nos trilhos durante dois dias, já que seus ferimentos a impossibilitavam de se mover. No entanto, a pet não estava sozinha. Outro cachorro, também permaneceu ao lado dela para não a deixar sozinha.

De acordo com Denis Malafeyev, o homem que salvou os dois animais, toda vez que um trem se aproximava, o cão se enrolava nos trilhos ao lado da cachorrinha atropelada e abaixava seu corpo o máximo que podia, para não serem atingidos.

Denis contou que recebeu uma ligação de amigos que viram os cachorros na linha de trem. Ele correu para o local e descobriu que Panda não estava apenas protegendo seu Lucy, que estava ferido. “Várias tentativas de remover o animal do trilho foram em vão, porque o cão a defendeu fortemente de nós”, escreveu ele no Facebook.

Algumas horas depois, Denis conseguiu, finalmente, ganhar a confiança de Panda e chegar perto o suficiente para pegar Lucy nos trilhos, e levar para o seu carro, onde os dois se mantiveram aquecidos.

O homem levou os dois para um abrigo local, onde os cachorros receberam a ajuda médica de que precisavam. “É ótimo pensar nos animais”, disse Malafeyev ao portal The Dodo. Mas rapidamente dá os créditos para quem merece. “Este não é o meu heroísmo. É do Panda”.

 
Fonte: BNews

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

TEMPO PI - 32135

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA