Solidariedade da Sorte

A ajuda da Argentina foi recusada porque, para o governo brasileiro, não há necessidade no momento / Arquivo BNews Pedro Vilas Boas

O secretário de Relações Institucionais do governo Rui Costa (PT), Luiz Caetano, chamou, em entrevista ao BNews nesta quinta-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro (PL) de "imbecil" após o governo brasileiro recusar ajuda argentina às vítimas das chuvas na Bahia.

"Onde já se viu rejeitar ajuda numa situação como essa? É uma imbecibilidade do presidente da República. O governo da Bahia não vai abaixar a cabeça para isso, não", criticou Caetano.

Bolsonaro disse que a ajuda oferecida pela Argentina às vítimas das fortes chuvas que atingem a Bahia nos últimos dias não era necessária e que poderá aceitá-la "oportunamente, em caso de agravamento das condições."

Nas redes sociais, o presidente disse que o governo argentino ofereceu assistência de dez homens para trabalho de almoxarife e seleção de doações, montagem de barracas e assistência psicossocial à população afetada. O que, segundo ele, já está sendo feito pelas Forças Armadas. Por isso, o governo federal rejeitou a ajuda.

O secretário também afirmou, sem detalhar, que várias embaixadas já telefonaram e enviaram ofícios oferecendo ajuda às vítimas das chuvas.

Rui Costa rebate

O governador Rui Costa (PT) rebateu o governo Bolsonaro, por meio das redes sociais nesta quinta-feira (30), e disse que vai aceitar ajuda internacional diretamente, como a oferecida pela Argentina, sem intermédio da diplomacia brasileira.

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) do Brasil não aceitou o apoio oferecido pelo Governo da Argentina à Bahia, que tem sofrido com as chuvas fortes e enchentes nas últimas semanas. O Governo do Estado foi avisado da decisão de dispensa pelo consulado argentino na noite de quarta-feira (29).

"Me dirijo a todos os países do mundo: a Bahia aceitará diretamente, sem precisar passar pela diplomacia brasileira, qualquer tipo de ajuda neste momento", escreveu Rui. "Os baianos e brasileiros que moram aqui no estado precisam de todo tipo de ajuda. Estamos trabalhando muito, incansavelmente, para reconstruir as cidades e as casas destruídas, mas a soma de esforços acelera este processo, portanto é muito bem-vinda qualquer ajuda neste momento."

Fonte: BNews 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

CAMARA DE JACOBINA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA