Solidariedade da Sorte

Foto: Agência Câmara

Após uma reunião, o diretório do PL decidiu dar "carta branca" ao presidente da legenda, Valdemar Costa Neto, para que ele filie o presidente da República Jair Bolsonaro e negocie diretamente com ele as indicações para candidaturas nos estados.

Esta era a principal barreira que impedia a filiação de Bolsonaro. O partido concordou que as articulações serão debatidas individualmente, mas que dificilmente o PL fará alianças com siglas que se opõem ao governo.

Na Bahia, fica a expectativa para saber qual será o futuro de João Roma, ministro da Cidadania de Bolsonaro e pré-candidato do Republicanos ao governo da Bahia.

O líder do PL no Piauí e deputado estadual, Fábio Xavier, é aliado do governador Wellington Dias (PT), e a relação deve ser colocada à prova nas próximas semanas.

Valdemar também deve encontrar um novo nome que agrade o presidente em São Paulo, e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, é uma das possibilidades de candidatura.

O senador Jorginho Mello (PL) afirmou que a sigla acatou de forma unânime a filiação do presidente Jair Bolsonaro.

“O partido está dando ao presidente Valdemar carta branca para acertar com o presidente Bolsonaro todas as arestas de possibilidades em qualquer canto do Brasil”, declarou. As informações são do Poder360.

A nova data de filiação ainda não foi divulgada.
Fonte: A Tarde

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA