Solidariedade da Sorte


Foto: Tony Silva/Ascom, Polícia Civil

O líder de um grupo criminoso da região de Jiribatuba, na Ilha de Vera Cruz, foi preso na noite desta segunda-feira (8), no Aeroporto Internacional de Salvador, quando tentava embarcar em um vôo internacional.

Agentes dos Núcleos de Operações (NO) e de Inteligência (NI) do Departamento de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) cumpriram o mandado de prisão preventiva do investigado, com apoio da Polícia Federal.

O líder do tráfico em Jiribatuba, que é envolvido em homicídios ocorridos na região da Ilha de Itaparica e Vera Cruz, também é suspeito de ter ligação com grupos criminosos de Salvador, uma cidade da Região Metropolitana e mais dois municípios do interior.

O coordenador do NO/DHPP, delegado Marcelo Calmon, destacou a disputa entre os traficantes. “Parte dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), ocorridos na Ilha, têm como principal indicativo de motivação, a disputa deste traficante e seu grupo, com rivais de Jiribatuba”, informou.

Ação faz parte da Operação Funil, deflagrada por equipes das Polícias Civil, Militar e Federal, além de setores de inteligência do governo estadual.

Operação Funil

Mais cinco envolvidos com homicídios e tráfico de drogas, praticados nas Ilhas de Vera Cruz e Itaparica, tiveram mandados de prisão cumpridos durante a manhã desta terça-feira (9), na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e interior do estado. Outras duas pessoas foram presas em flagrante e porções de drogas também foram apreendidas.

As ações integradas desarticulam um grupo de traficantes da localidade de Jiribatuba, na Ilha de Vera Cruz. Os integrantes são apontados como autores de homicídios, motivados pela disputa com rivais da mesma região. Eles eram chefiados pelo investigado que foi preso na noite desta segunda-feira (8), no Aeroporto de Salvador.

Durante as ações na Ilha, uma mulher e um homem tiveram os mandados de prisão cumpridos, na região de Vera Cruz. Dois suspeitos também foram presos em flagrante com drogas. A Operação Funil também cumpriu os mandados de prisão de uma mulher em Santo Antônio de Jesus, de um homem em Camaçari e de um interno do sistema prisional. Até o momento, oito pessoas já foram presas.

A Operação Funil, realizada pelos Departamentos de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), de Polícia Metropolitana (Depom), tem o apoio do Departamento de Polícia do Interior (Depin), por meio da 4a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Santo Antônio de Jesus, e da Coordenação de Operações Especiais (COE).

Também colaboram com as ações, equipes de Reconhecimento Facial da Superintendência de Gestão Tecnológica e Organizacional (SGTO) da Secretaria da Segurança Pública (SSP), guarnições da Polícia Militar da RMS e setores de Inteligência da Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (SEAP) e da Polícia Federal.

Fonte: Bahia. Ba

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

TEMPO PI - 32135

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA