Solidariedade da Sorte

Dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos apontam que o disque 100 e o 180 registraram mais de 105 mil denúncias de violência contra a mulher em 2020. O número corresponde a uma denúncia a cada 5 minutos. Diversas pesquisas também assinalam que esse tipo de violência cresceu durante a pandemia.

Com objetivo de sensibilizar as vítimas de violência a denunciarem, e quebrarem esse ciclo, a Prefeitura Municipal de Jacobina (PMJ) lançou neste domingo (10), a Campanha ‘Sinal Vermelho contra a Violência’ alusiva ao Dia Nacional de Luta Contra a Violência à Mulher.

A ‘Sinal Vermelho contra a Violência’ abre mais um canal de pedido de ajuda. A mulher que sofre violência pode denunciar com o X na palma da mão. As pessoas, em repartições públicas ou privadas, entenderão que aquele é um grito de socorro.

Para o diretor de Comunicação da Prefeitura de Jacobina, Mateusinho Carvalho, “se a mulher estiver em perigo e mostrar um “X” vermelho desenhado na sua mão para alguém, ele rapidamente acionará a polícia. A mulher que sofre abuso e qualquer tipo de violência dentro de casa pode dar um alerta silencioso e buscar ajudar o mais rápido possível”, explicou.

Além de campanhas, a Prefeitura de Jacobina investe em políticas públicas de enfrentamento a todas as formas de violência e preconceito contra a mulher. Informação, atendimento especializado, a exemplo do CRAM - Centro de Referência de Atendimento à Mulher -, rondas e patrulhas, estão entre as boas práticas que contribuem com o combate e enfrentamento a violência.

Serviços do CRAM

O CRAM Mariene Soares possui equipe técnica composta por assistente social, psicóloga, advogada e mais equipe de apoio. No local, as vítimas são recepcionadas, ouvidas e, a partir dos relatos, podem ser encaminhadas à delegacia para adoção de medida protetiva e todo o processo encaminhado ao Ministério Público e à Justiça.

O Centro também oferece, caso haja necessidade, acompanhamento psicológico e social em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, por meio da Casa de Acolhimento, aluguel social ou até mesmo aquisição de passagem para um local seguro.

O CRAM fica localizado a Rua Alice Barros de Figueredo, 55 - fundo da Secretaria Municipal de Saúde, Telefone (74) 3622 – 3488.

Ascom / PMJ


Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

LEIAUTE EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA