Solidariedade da Sorte


       Da Redação

Um caso curioso aconteceu na cidade de Ananindeua, no Pará, na última sexta-feira (17). Alguns moradores que foram se vacinar contra a Covid-19, acabaram surpreendidos por um culto religioso enquanto aguardavam o início da imunização. As informações são da Folha.

O relato foi feito por uma moradora da cidade, a fotógrafa Nayara Jinkins, que publicou em seu Instagram um vídeo com trechos de um culto religioso sendo realizado na igreja evangélica Labaredas de Fogo, onde foi marcada pela prefeitura a vacinação.

Nayara registrou o momento em que dezenas de pessoas aguardavam o início da vacinação do lado de dentro do templo, enquanto uma pregadora realizava um culto no local. Segundo a prefeitura da cidade, o caso foi apenas uma questão pontual motivado pelo atraso no encerramento do culto.

O vídeo de Nayara chegou a ser compartilhado pelo prefeito de Ananindeua, Daniel Santos (MDB), que é do mesmo partido da vereadora Ray Tavares, pastora que comanda o templo Labaredas de Fogo no município.

Em seu compartilhamento, o prefeito cita que fica “muito triste que alguém na casa de Deus diga estar no inferno”, fazendo referência a um momento do vídeo de Nayara em que ela cita isso, irritada por estar se sentindo obrigada a assistir a um culto religioso enquanto aguarda para ser vacinada.

Durante um dos trechos do vídeo publicado pela fotógrafa, a pastora ainda comete o que poderia ser considerado uma fala de intolerância religiosa, no qual ela afirma que “todo o mal será arrancado pela raiz” bem como “toda obra de macumbaria e bruxaria”.

Em nota, a prefeitura de Ananindeua lamentou o ocorrido com o atraso do culto e disse que já tomou providências para que isso não se repita. O órgão ainda afirma que “ninguém é obrigado a assistir a manifestações religiosas para tomar a vacina, qualquer que seja o credo. A prefeitura respeita todos os credos e só tem gratidão com essas instituições”.

Fonte: Istoé 

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

LEIAUTE EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA