Solidariedade da Sorte


Seis homens foram presos nesta quinta-feira (16/09), inclusive um coronel da Polícia Militar. Eles são acusados de participação no sequestro e tortura do jornalista Romano dos Anjos, que atualmente está afastado da apresentação do programa policial “Mete Bronca”, na TV Imperial, afiliada da Record, em Roraima.

De acordo com o UOL, Romano foi surpreendido por criminosos armados em sua própria casa, em 26 de outubro de 2020. Ele foi feito refém e levado para um local desconhecido, onde foi agredido a teve um dos braços fraturado.

O jornalista foi encontrado apenas no dia seguinte, às margens da BR-174, na zona rural de Boa Vista, após ter sido visto por um caminhoneiro, que o encontrou com os pés e as mãos amarrados.

Ainda segundo o UOL, à época, o apresentador disse que o crime teria sido motivado por conta das denúncias policiais e políticas em seu programa.

Em uma coletiva nesta quinta, Romano disse estar mais tranquilo com as prisões e que confia ja Justiça para a solução do caso.

Cinco dos investigados são policiais militares, incluindo um coronel da reserva, e todos são ex-funcionários do deputado estadual Jalser Renier (Solidariedade-RR). Um PM ainda segue foragido.
Fonte: Informe Baiano

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

estado solidario

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA