Solidariedade da Sorte

Foto: Rafael Martins | A Tarde

O ex-presidente Lula segue sendo inocentado de todas as acusações contra ele e somente em 2021 conseguiu ao menos 12 expressivas vitórias na Justiça em processos e investigações a que respondia desde que virou alvo da Operação Lava Jato. Lula teve seus direitos políticos restabelecidos em março deste ano e deve concorrer à presidência da República nas próximas eleições.

A principal vitória de Lula aconteceu no Supremo Tribunal Federal, que em junho, em decisão do plenário, considerou o ex-juiz Sérgio Moro parcial no julgamento do ex-presidente. Na avaliação do STF, Moro não agiu com a devida equidistância ao conduzir o caso do triplex de Guarujá.

A decisão de considerar Moro parcial influenciaram nas demais decisões em outros tribunais em que Lula foi acusado. Só nesta semana, o ex-presidente conseguiu vitórias em duas decisões de diferentes instâncias judiciais.

Na última segunda-feira, a Justiça Federal de São Paulo mandou arquivar investigação sobre um suposto tráfico de influência na Costa Rica em uma palestra de Lula no país. A investigação havia sido derivada da delação de Léo Pinheiro, da OAS, que acabou se retratando. Também não foram encontradas provas.

No dia seguinte, o ministro do STF Ricardo Lewandoeski mandou suspender provisoriamente a tramitação de autos que poderiam reabir antigas ações penais já retiradas do Paraná por ordem da corte.

A declaração de parcialidade de Moro afetou outros dois processos que possuíam ligação com as investigações da Lava Jato. O julgamento que declarou a parcialidade do ex-juiz atingiu os atos pré-processuais e invalidou as provas obtidas pela 24ª fase da Lava Jato.

Fonte: A Tarde

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

LEIAUTE EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA