Solidariedade da Sorte

           Foto: Jefferson Peixoto/Secom

Mesmo contando com cerca de 310 km de rede cicloviária (ciclovia, ciclofaixa e ciclorrotas), o ciclista ainda é alvo de desrespeito nas vias soteropolitanas. Somente de janeiro a agosto de 2021, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) emitiu mais notificações por invasão a ciclovias e ciclofaixas, por veículos motorizados, que a soma dos dois anos anteriores. Atualmente, os locais com maior frequência de acidentes com ciclistas na cidade são as avenidas Antônio Carlos Magalhães, Octávio Mangabeira e Luís Viana Filho (Paralela).

Foram registradas 562 infrações do artigo 193 do Código de Trânsito Brasileiro, nos primeiros oito meses deste ano. Em 2019, foi verificado um total de 248 infrações e, no ano passado, somaram 128. Para tentar minimizar essas ações danosas e promover uma convivência harmoniosa entre ciclistas, motoristas e pedestres, o órgão de trânsito tem promovido atividades educativas, além da fiscalização de atitudes infratoras em ciclovias e ciclofaixas, que prejudicam e atrapalham a vida do ciclista.

“A Transalvador investe em diversas estratégias para proteger os ciclistas. Com ações de sensibilização, queremos fazer com que a população aprimore a cultura de respeitar os espaços dos ciclistas. Promovemos também fiscalizações, como forma de coibir condutas que coloquem em risco as vidas de quem pedala”, explica o superintendente da pasta, Marcus Passos.

O gestor também destaca dois conceitos que contribuem para a promoção de um trânsito seguro para o ciclista: o Trânsito Calmo e o Zona 30. Ambas as iniciativas têm como intuito a redução da velocidade em áreas com grande trânsito de pessoas, com investimento em sinalização e, claro, proporcionando um tráfego mais seguro para todos os cidadãos.

Educação no trânsito – “Creio que essa é uma questão de educação para o bom convívio no trânsito. Nosso grupo já fez campanhas desse tipo, com distribuição de flores e panfletos. Mas é algo que demora em atingir a todos”, explica Salvador Jr., coordenador do grupo Bike Mania, ativo desde 2014 e que hoje conta com 186 membros.

Dentre as ações sociais para envolvimento da sociedade nesta causa está a doação de cestas básicas, entrega de brinquedos e doações de bicicletas em períodos como Natal e Dia das Crianças.

Fonte: Bahia. Ba

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

POLICLINICA SERRINHA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA