Solidariedade da Sorte



O AME Instituto de Inclusão Social precisa da sua ajuda para continuar e ampliar atendimentos

Por Tamara Leal

O AME Instituto de Inclusão Social, entidade civil sem fins lucrativos, reiniciou as suas atividades ao público externo no mês de julho, após a redução, em Jacobina e região, dos números de casos da Covid 19, e, agora, precisa da ajuda da população para ampliar o atendimento e ofertar acolhimento qualificado aos seus internos.


Sediado na antiga Escola Agrícola de Jacobina, o Projeto AME tem como diretor geral José Mauricio Azevedo Inácio e vice diretor Enivaldo Jesus Lopes, e busca, por meio da inclusão e acolhimento social, a ressocialização, capacitação e geração de renda de jovens e adultos.

No momento, estão sendo realizadas oficinas voltadas à prática da agricultura orgânica, manejo de hortaliças orgânicas e compostagem. Entre o público alvo estão famílias atendidas em tempo integral e outras que, durante o dia, participam dos cursos e a noite retornam às suas residências.

De acordo com a coordenadora geral de Cursos da AME, Luzinete Lucena, o projeto busca reestruturar vidas e desenvolver pessoas. “Procuramos oportunizar conhecimentos técnicos que possam ser colocados em prática possibilitando uma colocação no mercado de trabalho ou a geração de renda por meio de pequenos negócios familiares”.


De portas abertas, o AME tem recebido visitas de pessoas que querem conhecer o projeto e/ou ajudar na sua manutenção. O espaço foi cedido pelo Município de Jacobina a entidade após aprovação, por unanimidade, de Projeto de Lei na Câmara de Vereadores de Jacobina.

Endereço

AME Instituto de Inclusão Social
BR324, KM 03, Nº 1020 – Estrada do Boiadeira
Telefone (74) 9 9924 – 6811 e/ou 9 9110 -7129.

Doação

Caixa
Agência 0634
Operação 003
Conta 4872 – 2
Pix 63090559000170 (CNPJ)

Fonte: A Notícia

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO TEMPO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA