Solidariedade da Sorte


                Semedo pode pegar prisão perpétua na Grécia (Louisa Gouliamaki/AFP)

O zagueiro Rúben Semedo, do Olympiacos, foi detido na Grécia por suspeita de abusar sexualmente de uma jovem de 17 anos. Se considerado culpado, o jogador português pode ser condenado a prisão perpétua, já que o crime é considerado hediondo pela legislação do país.

Nesta terça-feira (31), Semedo compareceu a um tribunal para prestar esclarecimentos ao juiz. Segundo a imprensa portuguesa, ele alegou que as relações foram consentidas. Na saída, o zagueiro falou pela primeira vez em público, disse ser inocente e acusou a jovem de mentir por dinheiro.

"Sou inocente e vocês vão ver isso. Quero que também estejam aqui quando eu for absolvido. É tudo por causa de dinheiro. Se eu não fosse um futebolista, nada disto teria acontecido", afirmou. O momento foi captado pelas televisões gregas que estavam à porta do tribunal.

A jovem relatou às autoridades que conheceu Semedo em um bar na cidade de Oropo. Segundo ela, Semedo a embebedou e levou para sua casa, onde a menor de idade teria sido abusado sexualmente. Um outro homem, também detido, estaria envolvido no caso.

"Por ter consumido uma grande quantidade de álcool, fui para um dos quartos da casa [de Rúben Semedo] e adormeci. Pouco depois, o segundo [o homem de 40 anos] entrou e, aproveitando-se da minha situação, obrigou-me a ter relações sexuais", disse a jovem de acordo com o portal Sic Notícias. "Pouco depois de sair, o Semedo entrou na mesma sala, trancou a porta e obrigou-me a ter relações sexuais", continuou.

Ainda de acordo com o Sic Notícias, o relato da jovem foi confirmado por uma amiga de 16 anos, testemunha no processo, com quem esteve durante a noite.

Advogado de Semedo, Stavros Georgopoulos falou à emissora grega ANT1que foi a adolescente quem procurou o jogador, e que ela teria lhe enviado uma mensagem para que se encontrassem na noite seguinte.

"Se eu fosse à casa de alguém e me violassem, sairia imediatamente de lá. Neste caso, ela continuou lá na casa, mandaram vir comida, fumaram shisha e se não tivesse existido esta queixa provavelmente ainda continuariam lá. Não pode ter existido violação, caso contrário ela não teria mandado mensagem [ao Rúben Semedo] para se voltarem a encontrar na noite seguinte", disse o advogado.

Uma nova audiência está prevista para a próxima quinta-feira (2). Até lá, o zagueiro continuará na cadeia.

Em comunicado, o Olympiacos afirmou que não irá comentar o caso. "O Olympiacos respeita plena e incondicionalmente a presunção de inocência de um réu, o que inclui também o direito de responder a qualquer acusação. Por conseguinte, aguardaremos uma decisão a ser tomada sob independência judicial", disse o clube.

Fonte: Correio

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

MOYA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA