Solidariedade da Sorte

          Reprodução da Live do Canal André Lopes

Após a repercussão do episódio ocorrido na manhã do último domingo, 18, que envolveu um guarda municipal e uma professora no centro de abastecimento de Conceição do Coité quando a mulher vai em direção do carro da Guarda Municipal e dá um tapa na cara de um agente e ele revida da mesma forma, fato registrado por uma câmera de segurança, cuja imagem viralizou em redes sociais, inclusive foi parar em um canal de televisão e teve a participação ao vivo da professora Genilda Carneiro das Neves, 67 anos, ela que também já exerceu o cargo de vereadora do município.

Genilda contou que ao perceber o carro parado no meio da rua impedindo o tráfego dos veículos causando aglomeração, falei para o motorista: você devia dar exemplo… ( Falei numa boa…) Ele, de forma arrogante, me chamou de vadia e disse: vá lavar seus pratos que estão sujos em sua casa, sua desempregada! Falei pra ele me respeitar, pois só queria ajudar. Ele disse: quem é você? Vá lavar seus pratos!“.


A imagem mostra o momento que a professora vai na direção do carro e em seguida o agente se levanta e leva um tapa na cara, ele revida da mesma forma e a segura pelos os braços por alguns segundos.

O GM se manifestou na noite de segunda-feira, 19, quando recebeu em sua casa o cinegrafista André Lopes e respondeu as perguntas em live que durou cerca de uma hora.

Ica como é conhecido o guarda disse que fazia ronda de rotina pelo centro de abastecimento quando um rapaz o chamou dizendo que fora assaltado e passou a mostrar uma filmagem no celular e passou a observar as imagens e a senhora que estava em frente a um box passou a reclamar dele que deveria dar exemplo por estar obstruindo o trânsito e ele teria dito que não, estava fluindo normalmente, mas ele continuo falando e ele tentava justificar que atendia uma pessoa que pedia ajuda.

“Pronto, o que é disse a ele foi isso, baixei a cabeça e fiquei olhando as imagens do rapaz, meu irmão, só recebi o tapa na boca, o rapaz que estava na porta se afastou, eu abrir a porta e levei outro tapa no ouvido e quebrou meu óculos”, contou o agente público.

           Reprodução da Live do Canal André Lopes

Ica disse que ao deixar o plantão se dirigiu a Delegacia e chegou antes de iniciar o expediente e prestou sua queixa, disse também que desde 1998 presta serviço ao município e nunca ocorreu este tipo de situação.”Muitos me criticam, mas o que está acontecendo ai é um jogo político, todos sabem que eu votei em Marcelo, desde pequeno nunca fui contra. Estão me criticando porque tudo em Coité é levado para o lado político”, disse.

Ele garante que não está errado e se tiver que o puna. Na manhã de segunda ele foi comunicado pelo chefe da GM que o prefeito mandou comunicar seu afastamento do cargo até que seja apurado o caso de agressão, “eu quero que o prefeito apure, se eu tiver errado que me puna, mas se não, não me critique tanto que não estou sendo errado”, reforça.

Durante a Live centenas de pessoas se manifestaram em comentários a favor e contra o guarda municipal.

Fonte: Calila Notícias

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA