Solidariedade da Sorte


                Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Oito em cada 10 novas armas (79%) registradas no primeiro semestre de 2021 foram para as mãos da sociedade civil, ou seja, pessoas físicas que não pertencem a profissão que tem direito a andar armada. A informação é da coluna de Guilherme Amado, do portal Metrópoles.

Das 97,2 mil novas armas registradas de janeiro a junho, 76,3 mil foram para essa categoria, intitulada “cidadão”. Em seguida, vêm os órgãos públicos (com 9,1 mil novos registros), servidores públicos com porte por prerrogativa de função (8,4 mil) e empresas privadas de segurança (2,9 mil).

Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso e Santa Catarina foram os estados com maior número de registros, somando, juntos, 46% das novas armas. Os dados são da Polícia Federal, passados à Fiquem Sabendo, agência de dados fundada por jornalistas e especializada na Lei de Acesso à Informação.

Fonte: Bahia. Ba

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA