Solidariedade da Sorte


     Foto: Mauro Zaniboni / Ag Haack / Bahia Notícias

A realização do Carnaval em 2022 ainda é um mistério para os foliões devido à pandemia do coronavírus. No entanto, a festa parece ser uma certeza para alguns empresários do ramo, que já colocaram "o bloco na rua" e anunciaram as vendas para a folia momesca, após um ano de hiato.

Para 2022, a festa, caso aconteça, já conta com um grande desfalque: a ausência do tradicional bloco Me Abraça, de Durval Lelys, que anunciou nesta semana que não irá participar do Carnaval do ano que vem. No comunicado, é informado que o bloco ficará de fora da folia devido à pandemia do coronavírus. O texto não informa se a decisão será revisitada caso a festa aconteça e a população esteja vacinada.

Do outro lado, Bell Marques, recordista de dias de desfile na avenida, preencheu a agenda da próxima folia de Momo com o lançamento do "Bloco de Quinta", que está programado para desfilar no primeiro dia do ainda não confirmado evento. O primeiro lote do abadá esgotou nas primeiras horas de venda, no início de junho.

A gestora de recursos humanos Fernanda Galvão, de 29 anos, foi uma das foliãs que se anteciparam. A baiana, que mora em Portugal há três anos, mas curte a festa desde a época do Baby Léguas e do Tio Paulinho, contou ao Bahia Notícias que a saudade do Brasil, o amor pelo Carnaval e um pouquinho de cerveja influenciaram na compra antecipada do abadá para o Camaleão.

                                 (Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal)

"Eu gosto muito de Carnaval, curto desde que eu me entendo por gente. Para mim é a melhor festa do ano. Eu moro aqui [em Portugal] há três anos e ano passado eu não fui. Ver daqui de longe, meus amigos na farra, na festa que eu amo, eu já senti muita falta. Aí Bell fez uma live que durou horas e horas, eu comecei tomando uma e no meio da live ele lançou uma promoção com um desconto para quem comprar Camaleão 2022. Juntou tudo, eu fui lá e comprei", disse aos risos.

Questionada sobre a possibilidade do evento não acontecer em 2022, Fernanda foi direta: "Medo eu não tenho, em relação ao valor que eu paguei ou vai ser revertido para o Carnaval do ano seguinte ou vão me devolver. Mas eu tenho receio porque eu quero muito que aconteça".

Uma pesquisa feita pelo Bahia Notícias mostra quais blocos e camarotes do Carnaval de Salvador iniciaram as vendas para a festa do próximo ano.

BLOCOS DO CARNAVAL DE SALVADOR
  • Camaleão: já deu início às vendas no site Central do Carnaval. A categoria Camaleão VIP já esgotou para os abadás para o domingo e a terça-feira. Ele também desfila na segunda.

  • Bloco da Quinta: é o valor mais barato para curtir Bell Marques na avenida. Os abadás estão à venda no site da Central em um novo lote, e desfila na quinta-feira.

  • Vumbora: a categoria Vumbora VIP 2022 está com ingressos esgotados. O bloco tem previsão de desfilar na sexta e no sábado.

  • EVA: os abadás estão à venda e custam a partir de R$ 270. O bloco desfila na sexta e no sábado

  • Bloco do Nana: puxado por Léo Santana, os abadás estão sendo vendidos para a sexta e o sábado de Carnaval com ingressos a R$ 320.

  • San Folia: a plataforma não iniciou as vendas dos blocos Blow Out, O Vale, Largadinho e UAU. Nas redes sociais, as últimas postagens foram de 2020.

                                       (Foto: Reprodução / Redes Sociais)

  • Coruja: a última atualização do site responsável pela venda do bloco é referente ao ano de 2020

  • Crocodilo: não anunciou o início das vendas para o possível Carnaval de 2022.

  • Filhos de Ghandy: na plataforma da Central do Carnaval, é informado apenas sobre as vendas de 2021. O site pede para aguardar o lançamento da próxima edição.

  • As Muquiranas: o bloco, que anunciou o cantor Flavinho, ex-Pagodart, como nova atração para 2022, deu início às vendas em dois formatos e chegou a oferecer brindes para os associados que fizessem a compra antecipada. Além de Pagodart, estão confirmados Parangolé e Psirico.
CAMAROTES DO CARNAVAL DE SALVADOR

  • Camarote Salvador: os ingressos para curtir o Camarote Salvador já estão sendo vendidos e já teve virada de lote. A combinação de todos os dias de festa para o público feminino está custando R$ 7.550, enquanto o masculino tem que desembolsar R$ 10.750.

  • Camarote Villa Mix: o espaço foi o único a confirmar as duas primeiras atrações, Gusttavo Lima e Jorge & Mateus. Os ingressos já estão à venda e custam a partir de R$ 970 para as mulheres e R$ 1.140 para os homens.

  • Camarote Club: as vendas para o espaço já estão abertas e o valor mínimo do abadá é de R$ 710.

  • Camarote Skol: o acesso para curtir o Carnaval no espaço já começou a ser vendido e está no primeiro lote. As atrações do camarote ainda não foram anunciadas, mas a organização afirma que até a metade do segundo semestre os foliões poderão fazer a compra já sabendo que show assistirão.

  • Camarote Premier: já está sendo vendido no site da Central do Carnaval e no Quero Abadá.

  • Camarote Harém: não anunciou as vendas.
Ao BN, a assessoria do Camarote do Nana e do bloco Fissura 77, do cantor Tom Kray, o Tomate, informou que eles aguardam o posicionamento da Prefeitura e do Governo do Estado para definir a participação.

Bruno Reis, prefeito de Salvador, informou neste mês que a prefeitura está organizando um evento-teste para julho, que visa a retomada de eventos, festas e cerimônias na capital baiana.

O teste, no entanto, não tem relação com grandes festas como o Réveillon e o Carnaval, que ainda não possuem previsão de protocolo para a realização, por contrariar as recomendações sanitárias.

Apesar disso, Bruno Reis afirmou durante coletiva que é de desejo dele que os eventos aconteçam em 2022 caso os números permitam. “Quero fazer um evento teste em julho, se os números permitirem. E o desejo do prefeito não é só fazer o carnaval de 2022, não. É fazer o réveillon também", disse.

Já Rui Costa, governador da Bahia, declarou em maio, último pronunciamento sobre o assunto, que acredita ser possível a realização do Carnaval em 2022. O cenário pintado pelo petista foi de bons frutos para o verão no estado no próximo ano.

"Acho absolutamente viável. Acho que tem todas as condições de vacinar a população brasileira e baiana até o final do ano. Acho possível ter não só carnaval, mas o verão, com a volta do turismo com mais força, a partir de janeiro do ano que vem", disse durante o Papo Correria.

Fonte: Bahia Notícias

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA