Solidariedade da Sorte


Atividade ilegal da profissão de educador físico e outros possíveis desvios são fiscalizados / Divulgação / SSP

Duas academias foram interditadas e outras duas foram notificadas em Salvador e Lauro de Freitas durante uma operação connjunta entre a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA) e o Conselho Regional de Educação Física (CREF) nesta segunda-feira, 26.

A operação tem como objetivo coibir irregularidades nos estabelecimentos. Além da atividade ilegal da profissão de educador físico, outros possíveis desvios também são fiscalizados.

Em Paripe, um dos estabelecimentos fiscalizados foi interditado e notificado, por constar o exercício ilegal da profissão por parte de um dos instrutores, além de irregularidades nas licenças para a atividade comercial.

Em Lauro de Freitas, um estabelecimento foi interditado após constar documentação vencida e profissional de educação física não regulamentado. No mesmo município, em outra academia, foram apreendidos suplementos com validades vencidas e armazenados em local inadequado, além da falta de documentos necessários para aquela atividade comercial.

O material apreendido será encaminhado para a Vigilância Sanitária.

Fonte: A Tarde

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO TEMPO

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA