Solidariedade da Sorte

Foto: Fábio Rodrigues | Agência Brasil

O vice-presidente Hamilton Mourão declarou neste sábado, 26, em conversa com O Globo, que o ex-ministro Eduardo Pazuello não é "desonesto".

Segundo o general, o seu colega de Forças Armadas pode ser chamado do que "quiserem", mas não se pode duvidar da sua honestidade. As informações são do colunista Lauro Jardim.

"Podem dizer o que quiserem do Pazuello, mas desonesto ele não é", afirmou.

Há uma grande expectativa sobre a possibilidade de responsabilização do general Pazuello com relação ao polêmico contrato do Ministério da Saúde para compra da Covaxin, vacina indiana contra a Covid-19.

No depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, o deputado federal Luís Miranda (DEM-DF) disse que começou a conversar com Pazuello sobre as suspeitas com relação à negociação do imunizante, com intermédio da Precisa Medicamentos, e que o general admitiu ter conhecimento deste e de outros problemas semelhantes na pasta.

Segundo o parlamentar, na ocasião Pazuello, que viria a cair dias depois, revelou que estas questões seriam responsáveis por sua queda no ministério.
Fonte: A Tarde

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOV EDUCA

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA