Solidariedade da Sorte


Através de ofício, a Reitoria da do Campus IV da UNEB de Jacobina, pede que a Secretaria de Segurança do Estado, ao Comando Geral da Polícia Militar e a Secretaria de Justiça da Bahia, uma investigação minuciosa sobre as circunstâncias que envolvem a morte do discente do curso de História da Universidade Esli Pedro Santos Silva, 25 anos. O universitário morreu após ser atropelado por uma viatura da Polícia Militar, na quinta-feira (3), durante uma perseguição policial.

Confira nota


Sobre o caso:
De acordo com a Polícia Civil, os militares informaram que, ao avistar Esli na motocicleta, pediram para ele descer do veículo para ser revistado, mas a vítima decidiu fugir.

Os policiais narraram ainda que Esli fez manobras arriscadas para fugir da polícia e que, ao entrar em uma rua não pavimentada, freou bruscamente e foi atingido pela viatura.

Ainda sobre o caso há relatos de testemunhas que a viatura teria passado por cima da vítima. Em uma matéria do jornal Correio uma amiga de Esli relata:

"Não sabemos exatamente o que houve, mas a gente sabe que a viatura bateu no fundo da moto e depois passou por cima do corpo dele. Não sabemos se isso foi proposital ou não conseguiram frear e aí aconteceu isso, mas o fato é que nosso amigo morreu".

Ainda segundo a Polícia Civil, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas o estudante não resistiu. O corpo foi removido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT).

O que diz  PM:
Em nota, a 24ª Companhia Independente de Polícia Militar lamentou o falecimento de Esli durante a ocorrência. O caso é investigado pela Polícia Civil e foi registrado no plantão da delegada titular da 16ª Coorpin, Manuela Rodrigues.

Nota da 24ª CIPM
Fonte: Bahia Acontece



Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem

GOVERNO COVID

Alicell Atacadista

AUGUSTO URGENTE- JACOBINA BAHIA